Covid-19: secretário prevê aumento de casos por causa de aglomerações no São João

Da Redação. Publicado em 28 de junho de 2021 às 13:47.

Foto: Paraibaonline

Foto: Paraibaonline

A Paraíba deverá apresentar, dentro dos próximos dias, um aumento no número de casos de Covid-19 devido às aglomerações verificadas durante os festejos juninos no interior do Estado.

A informação é do secretário estadual de Saúde, Geraldo Medeiros, que ressaltou que houve um fluxo elevado de pessoas nesse período.

“As informações que nós temos mostram que as orientações que foram alertadas pelas autoridades sanitárias do Estado não foram cumpridas por uma parcela da população, que migrou para cidades menores, fazendas, chácaras, granjas promovendo aglomeração com famílias inteiras e amigos, que emitiram uma alta carga viral por aqueles que são portadores do vírus”, disse.

Para o secretário, já era previsto que isso ocorresse nesta primeira quinzena do mês de julho.

“Infelizmente, haverá um incremento no número de casos de paraibanos e paraibanas que irão adoecer em consequências dessas comemorações juninas, por não obedecerem ao distanciamento físico e pelo não uso da máscara”, avaliou.

Conforme a nova classificação das bandeiras epidemiológicas no Estado, são 62 cidades com bandeira amarela, sendo a maior parte concentrada na região metropolitana de João Pessoa; 153 municípios estão na bandeira laranja e oito cidades em estado crítico de infectados com a bandeira vermelha.

Para o secretário, o resultado ocorre devido a melhora da ocupação de UTIs no Estado, mas que o quadro será modificado por conta das festividades juninas.

“Nós tínhamos um cenário há 18 dias de 95% dos municípios que estavam sob a bandeira laranja e 5% na bandeira vermelha, 68 migraram para a bandeira amarela. Houve a diminuição de dois municípios que saíram da bandeira vermelha para a laranja. Isso é reflexo da diminuição de ocupação dos leitos de UTIs nas três macro regiões, mas em função dessas aglomerações ocorridas nas últimas semanas surgirão mais novos casos”, explicou.

Segundo Medeiros, a notícia boa é que a vacinação será mais célere – anunciada pelo próprio ministro da Saúde,Marcelo Queiroga, neste final de semana quando esteve na Paraíba.

O ministro informou que 60 milhões de doses de vacinas serão distribuídas no mês de julho e mais 60 milhões no mês de agosto.

 

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube