Covid-19: mil paraibanos morrem por mês; novo decreto não terá flexibilização

Da Redação. Publicado em 15 de junho de 2021 às 16:07.

Foto: Paraibaonline

Foto: Paraibaonline

O secretário de Saúde do Estado, Geraldo Medeiros, afirmou que, diante do atual cenário de grandes números de novos casos e óbitos por Covid-19 na Paraíba, o novo decreto estadual, que deve ser publicado no fim da semana, não deve contar com medidas de flexibilização.

Geraldo demonstrou preocupação em relação aos números elevados da Covid-19 no Estado e citou, em entrevista a uma emissora de rádio, que há uma média de 1.000 mortes pela doença por mês na Paraíba.

– Continuamos em um platô com números elevados. A cada mês, 1.000 paraibanos morrem de Covid-19. Não podemos relaxar – disse.

O secretário lembrou que “os decretos publicados têm a intenção de que possamos conviver com esse vírus terrível e não entrar em colapso na rede hospitalar”.

Geraldo ainda frisou que não é mais possível ampliar o número de leitos e, por isso, é fundamental que as pessoas tenham consciência e sigam todos os cuidados recomendados pelas autoridades sanitárias contra o coronavírus.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube