Covid-19: Apesar de redução nos atendimentos, CG registra grande ocupação de leitos

Da Redação*. Publicado em 8 de junho de 2021 às 10:07.

Foto: Ascom

Foto: Ascom

O secretário executivo de Saúde de Campina Grande, Gilney Porto, afirmou que nos últimos cinco dias foi possível perceber uma redução na procura de atendimento por pacientes com Covid-19, mas a atual ocupação de leitos do município é de 93% nos leitos de enfermaria e 84% nos leitos de UTI.

Ele destacou que nas últimas duas semanas a cidade viveu o que foi chamado de terceira onda, com um grande aumento de casos e de internações. Também lembrou que a redução na procura por atendimento não significa que as pessoas devem relaxar.

– Se houver relaxamento no distanciamento social, a gente vai ter de novo um recrudescimento de casos – disse.

Ele destacou, em entrevista a uma emissora de rádio, que a população deve estar atenta para o gestor que formula decretos pensando na pandemia e também na economia.

A respeito da vacinação, ele destacou que há a perspectiva de recebimento de doses da CoronaVac no fim de semana. Também disse que a expectativa de recebimento de imunizantes é muito alta para o mês de junho.

Ele frisou que a vacinação para pessoas com menos de 60 anos sem comorbidades deve começar no fim de semana em Campina Grande.

Sobre o fungo negro, ele explicou que o fungo acomete pessoas em estado grave na Unidade de Terapia Intensiva. Ele disse que há dois casos em investigação na Paraíba.

De acordo com Gilney, as pessoas que estão na UTI são tratadas com muitos antibióticos e o fungo pode acometer essas pessoas. Ele ainda lembrou que o fungo não é contagioso.

– Todo paciente de UTI, não só de Covid-19, os médicos têm que estar atentos para isso acontecer. Não é novidade para os médicos. A população deve ficar tranquila, porque isso não vai acometer no dia a dia, como é a Covid – enfatizou.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube