Colunista presta homenagem a jornalista/ativista cultural

Da Redação. Publicado em 25 de junho de 2021 às 20:03.

Foto: álbum de familia

Foto: álbum de familia

Neste dia 24, a sanfona não parou de tocar na Rádio Caturité FM (104.1) de Campina Grande.
Mas o ritmo foi diferente. Havia súbita e oculta tristeza nos seus acordes.

Em Campina, faltaram palhoças, inexistiram forrozeiros no Parque do Povo. Não existiam balões no ar.
Sequer foi feriado na data consagrada a São João.

No horário do meio dia, na ´Caturité´, a tradição deste dia era recordar e se emocionar com músicas juninas inesquecíveis, selecionadas criteriosamente e detalhadas pelo jornalista Assis Costa, um entusiasta defensor e divulgador da cultura nordestina.

Há poucas meses, prematuramente, Assis nos deixou.
Este Dia de São João transcorreu sem a sua inconfundível voz nos microfones da emissora.

Certamente, sua morada celeste está bem mais melódica com a chegada recente de Genival Lacerda e João Gonçalves.

Como não imaginar vocês cantando, em duetos, os antológicos versos de João Gonçalves: “Eu vou falar das coisas boas/ Que passaram em Campina Grande/ Que ficou pra trás/… Coisas do passado/ Que me deram inspiração…”

E temos a certeza, em sintonia com a trajetória de Assis, que a homenagem por ele mais desejada era que as músicas, que desde a infância embalaram os seus ouvidos como uma vigorosa manifestação cultural, continuassem a ser tocadas no dia do mais reverenciado santo junino, como inspiração, exaltação e perpetuação de um jeito muito peculiar de ser brasileiro e de vivenciar uma festa genuinamente popular, com raízes históricas.

Assim foi, amigo Assis Costa. As recordações também nos dizem que o espetáculo da vida não pode parar!

*com informações da coluna Aparte, assinada pelo jornalista Arimatéa Souza.

Para ler a edição completa desta sexta-feira, acesse aqui:

Por trás dos ´arroubos´ • Paraíba Online (paraibaonline.com.br)

 

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube