Agentes do Lar do Garoto fazem protesto por melhores condições de trabalho

Da Redação*. Publicado em 16 de junho de 2021 às 12:05.

Foto: Reprodução

Foto: Ascom

Os agentes socioeducativos do Lar do Garoto, que fica localizado em Lagoa Seca, interromperam suas atividades em protesto por melhores salários nessa terça-feira (15).

No estado da Paraíba, os agentes recebem mensalmente, com os descontos no salário, o valor de R$ 1.500.

O representante da categoria, Wandemberg Barbosa, explicou que os agentes também reivindicam prioridade na vacinação contra a Covid-19 e melhores condições de trabalho.

– Foi reivindicada a vacinação para todos. O vale-refeição que recebemos é R$ 220 por mês e queremos R$ 440. Além disso, queremos condições de trabalho porque não tem água para os agentes tomarem. Queremos uma audiência com o governador e a nossa presidente Valesca, que é da Fundac – disse.

Os agentes destacam que se não conseguirem dialogar com o governador, a categoria deve deflagrar greve dia 21 de junho.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube