“Um puxadinho do Executivo”, afirma sindicalista sobre o Legislativo campinense

Da Redação*. Publicado em 8 de maio de 2021 às 11:27.

Foto: Paraibaonline

Foto: Paraibaonline

O diretor de comunicação do Sintab, Napoleão Maracajá, em entrevista veiculada pela Rádio Caturité DM, neste sábado, 8, criticou a votação que promoveu a “reestruturação do regime próprio de Previdência Social do município”, que, segundo ele, ocorreu sem debate entre o Legislativo e categoria.

O sindicalista afirmou que o projeto foi aprovado sem debate e denominou o Legislativo de “puxadinho do Executivo”.

“Esse projeto foi aprovado sem debate, de forma extremamente rápida, e é inimaginável. Estamos falando de uma Câmara que não tem compromisso com a população, que é submissa e um puxadinho do Executivo. É muito grave que a CMCG se apequene tanto”, afirmou.

Além disso, Maracajá ainda lamentou o posicionamento da oposição campinense, que se ausentou na votação das mudanças. Segundo ele, esse seria um momento em que a bancada oposicionista deveria ter sido mais incisiva, mesmo sendo minoria.

“Nós recebemos muitas mensagens sobre essa votação, e a revolta é muito grande. Os prefeitos não pagam como deveriam pagar a parte patronal, e essa é uma das razões da dificuldade financeira do Ipsem. Que não se imagine dar mais nenhum golpe nos servidores, o sentimento é de muita revolta. Registro com pesar que o papel da oposição foi errada, ao se ausentar no debate. Mesmo sendo minoria, a oposição tem que ser ousada, chutar o pau da barraca e publicizar. A Câmara de apequena, se torna inútil”, criticou.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube