Servidores de CG que receberam auxílio terão que devolver dinheiro ao Governo Federal

Da Redação. Publicado em 14 de maio de 2021 às 15:35.

Foto: ABr

Foto: ABr

O procurador-geral do município de Campina Grande, Aécio Melo, falou nesta sexta-feira (14), em entrevista a uma emissora de rádio, sobre os 2.500 servidores do município suspeitos de receberem o auxílio emergencial de R$600 de forma irregular.

Aécio destacou que a situação está sendo apurada e que o dinheiro do auxílio deve ser devolvido.

– Ontem eu baixei uma portaria montando uma comissão para apurar esta situação. Todos os valores recebidos indevidamente serão devolvidos para os cofres do governo federal – disse.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube