Secretário nega que João Pessoa atropelou o Plano o Nacional de Imunização

Da Redação. Publicado em 14 de maio de 2021 às 16:41.

Foto: Secom/JP

Foto: Secom/JP

O secretário de Saúde de João Pessoa, Fábio Rocha negou que a Prefeitura tenha atropelado o Plano Nacional de Imunização ao incluir, neste final de semana, a imunização dos profissionais de educação do município.

A decisão da Prefeitura motivou uma ação do Ministério Público Federal e do Ministério Público Estadual da Paraíba a ingressarem na Justiça Federal com pedido liminar para que seja determinado a suspensão imediatamente da vacinação de grupos não inseridos nas orientações do PNI.

Conforme o secretário, as instruções da Prefeitura estão corretas e que estão seguindo religiosamente o que está no PNI fazendo adequação de algumas situações às quais julga técnica e médica em situações especiais, a exemplo da antecipação da vacinação de pessoas com a síndrome de Down, com anemia falciforme, de pessoas transplantadas e hemofílicos.

“Ou seja, foram grupos pequenos vacinados e fomos elogiados no Brasil inteiro por termos feito isso e em todos as nossas atitudes, grande parcela já foi incorporada aos grupos de prioridade do PNI, mas isso é uma questão técnica e não é judicial”, explicou.

Com relação à vacinação nos trabalhadores em educação, esta vai ser realizada após a vacinação dos moradores de rua.

“Nós vamos vacinar sim, e se a Justiça der a liminar favorável, nós vamos recorrer e se não concordar a gente continua. Não tem demais. Acho que o Ministério Público está correto. Eles estão sendo cuidadosos ao extremo, pois é a função deles, mas nós também somos cuidadosos como profissionais e gestores da Saúde de João Pessoa”, pontuou.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube