Secretário explica eficácia e efeitos colaterais da vacina da Pfizer

Da Redação. Publicado em 4 de maio de 2021 às 16:44.

Foto: Secom/JP

Foto: Secom/JP

O secretário executivo de Saúde do Estado, Daniel Beltrammi, explicou as peculiaridades da vacina Pfizer e disse que o imunizante tem 95% de eficácia contra os primeiros sintomas e sinais da Covid-19.

A Paraíba recebeu 8.190 doses da vacina, que devem ser distribuídas nas cidades de Cabedelo, João Pessoa e Campina Grande.

– É uma vacina de última geração que vem mostrando excelentes resultados em todo o mundo e chega para complementar o Plano Nacional de Imunização – disse.

De acordo com Beltrammi, a vacina da Pfizer tem um tempo entre a primeira e a segunda dose semelhante ao da AstraZeneca, de 12 semanas.

Ele disse que os efeitos colaterais na após a aplicação da primeira dose da vacina são vermelhidão e dor no local. Na segunda dose, podem surgir sintomas como febre, dor no corpo, moleza, dor de cabeça, dor na barriga e vômitos.

O secretário ressaltou, em entrevista a uma emissora de rádio local, que os efeitos colaterais não precisam ser temidos e costumam sumir em até três dias.

– A vacina é assim mesmo, ela vai treinando o nosso organismo para lidar com o agressor que não podemos ver – colocou.

Daniel ainda explicou que a vacina da Pfizer é contraindicada para pessoas que possuem quadros graves de alergias a alimentos, outras vacinas ou medicamentos.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube