Secretário-executivo estranha desencontro de informações sobre leitos do Pedro I

Da Redação. Publicado em 22 de maio de 2021 às 13:46.

Foto: Paraibaonline

Foto: Paraibaonline

O secretário-executivo de Desenvolvimento e Articulação Municipal do Governo do Estado, Galego do Leite, manifestou seu estranhamento diante do aparente desencontro de informações sobre a ocupação de leitos de enfermaria e de unidade de terapia intensiva no Hospital Pedro I.

Conforme mostrou a imprensa, mesmo a prefeitura informando por meio de boletins que haveria 58 leitos de UTI e 84 de enfermaria disponíveis na unidade nessa quinta-feira para atender pacientes com covid-19, a Secretaria Estadual de Saúde precisou transferir doentes para João Pessoa por não encontrar vagas no hospital do município.

“São estranhos esses dados, porque ontem a Secretaria de Saúde do Estado precisou transferir cinco pacientes para João Pessoa que deveriam ter sido atendidos em Campina Grande. A população fica se perguntando o que estaria acontecendo e por que existe essa divergência tão expressiva entre as informações do Município e a realidade”, comentou Galego.

O secretário-executivo ressaltou que esses fatos, comprovados por meio de documentos do sistema de regulação, somente confirmam o que a população já tem denunciado, que supostamente estaria havendo a alegação de falta de leitos, sobretudo de UTI, para atender pacientes no Pedro I.

“Sem nenhum viés político, até porque o momento não admitiria isso, existe um desencontro evidente das informações divulgadas pelo Município e isso precisa ser esclarecido com urgência”, ponderou Galego do Leite.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube