Projeto promove apadrinhamento de crianças em casas de acolhimento de CG

Da Redação*. Publicado em 27 de maio de 2021 às 12:08.

Foto: Reprodução

Foto ilustrativa: Reprodução

A assistente social Monique Moura, da Vara da Infância e Juventude de Campina Grande, falou nesta quinta-feira (27), em entrevista a uma emissora de rádio, sobre o lançamento do Programa Meu Padrinho Legal.

O programa tem três modalidades, como, por exemplo, o apadrinhamento afetivo permitindo que um padrinho ou madrinha mantenha uma relação e um vínculo afetivo com a criança ou adolescente.

– Esse programa é voltado para as crianças que estão acolhidas nas casas de acolhimento que existem em Campina Grande. Nessas casas de acolhimento estão crianças e adolescentes que passaram por alguma violação de direito, por algum abandono ou por alguma negligência – disse.

Também existe o apadrinhamento financeiro, que permite o padrinho ou madrinha oferecer recursos financeiros a crianças e adolescentes, e o apadrinhamento social, em que o padrinho ou madrinha vai prestar um serviço para atender às necessidades da criança ou do adolescente

Para participar de qualquer modalidade de apadrinhamento é preciso enviar uma mensagem para o e-mail [email protected] e ser maior de idade.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube