Prefeito de CG confirma que últimos dados epidemiológicos foram motivo para restrições em decreto

Da Redação. Publicado em 18 de maio de 2021 às 20:55.

Foto: Codecom/CG

Foto: Codecom/CG

“Até que a gente consiga vacinar em massa, vamos continuar vivendo período de crescimento período de queda. Está sendo assim há 14 meses”, afirmou o prefeito de Campina Grande, Bruno Cunha Lima (PSD), em entrevista a uma emissora de rádio local, sobre o avanço da pandemia de coronavírus.

De acordo com ele, os últimos dados epidemiológicos foram a motivação para as restrições aplicadas na cidade no decreto municipal mais recente.

Na ocasião, o chefe do executivo da Rainha da Borborema afirmou que, diferente dos comentários acerca da sua gestão, em nenhum momento a Prefeitura se esquivou de adotar medidas duras.

“Quando epidemiológicamente a gente entende que pode haver uma flexibilização, nós fazemos, quando se vê na necessidade de fazer uma restrição, nós fazemos”, completou.

Por fim, Bruno ressaltou que a situação de aumento de casos atual não é uma característica única e exclusiva de Campina Grande.

“A Paraíba inteira não só Campina Grande está passando por um momento de aumento, o que alguns convencionaram chamar de terceira onda, eu prefiro acreditar que ainda não saímos da última”, finalizou.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube