MPPB inicia processo de eleição para o novo procurador geral de Justiça

Da Redação de João Pessoa (Hacéldama Borba). Publicado em 29 de maio de 2021 às 8:07.

Foto: Ascom

Foto: Ascom

O Ministério Público da Paraíba (MPPB iniciou nessa sexta-feira (28), o processo de eleição do novo procurador-geral de Justiça da Paraíba para o biênio 2021/2023. A escolha se dará pela formação de uma lista tríplice que será encaminhada ao governador João Azevedo (Cidadania) para nomeação no cargo.

Os interessados em participar das eleições podem se inscrever até às 13h do dia 11 de junho e devem ser feitas através de requerimento ao presidente da comissão eleitoral no campo próprio disponibilizado na extranet, no site do MPPB.

A comissão eleitoral é presidida pelo procurador de Justiça Doriel Veloso Gouveia (presidente) e integrada pelos promotores de Justiça Cláudio Antônio Cavalcanti e Francisco Lianza Neto e deverá acompanhar o processo de inscrição, votação e apuração do pleito de escolha dos candidatos que comporão a lista tríplice para o cargo de chefe do MPPB.

Os candidatos devem ter, pelo menos, cinco anos de exercício na carreira de membro do Ministério Público e que tenham idade superior a 30 anos. O procurador Doriel Veloso informou ainda que, após o período de inscrição, a comissão deverá publicar no Diário Oficial Eletrônico a relação dos candidatos inscritos.

A eleição para formação da lista tríplice ocorrerá no dia 29 de julho, das 8h às 16h, e pela primeira vez será totalmente online por meio de sistema eletrônico desenvolvido pelo MP. De acordo com o procurador Doriel Veloso, o sistema é seguro e permite a votação de qualquer lugar onde os membros estejam.

Conforme Doriel Veloso o Ministério Público já está acostumado a eleições online. Ele afirmou que o sistema é muito seguro e já foi utilizado em eleições para o Conselho Superior e para ouvidor.

“A eleição para PGJ sempre foi presencial, inicialmente com cédulas de papel e, posteriormente, com urna eletrônica. Desta vez, até por conta da pandemia, aprouve ao Colégio de Procuradores de Justiça determinar a eleição online. Isso é muito bom porque, além de ser seguro, existe a comodidade de não precisar o membro se ausentar de sua comarca. Foi um passo muito importante”, explicou o presidente.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube