João Pessoa recebe Mostra de Teatro e Direitos Humanos on-line e gratuita

Da Redação*. Publicado em 12 de maio de 2021 às 12:52.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

A 1ª Mostra de Teatro e Direitos Humanos de João Pessoa acontece de 13 a 16 de maio, de forma totalmente on-line e gratuita, com quatro apresentações de teatro, entre companhias locais e nacionais, além de ações formativas como debates com o público e uma oficina de elaboração de projetos na área de Direitos Humanos.

A mostra tem o objetivo de unir a arte às temáticas relacionadas aos Direitos Humanos, com o intuito de oferecer ao público atividades que conversem sobre os atuais desafios para o pleno exercício desses direitos em uma sociedade marcada por tensionamentos de ordem social, econômica e cultural.

Realizada pela Amora Produções, com recursos da Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc e apoio da Secretaria de Estado da Cultura da Paraíba, a mostra visa contribuir para fomentar, junto ao público, a compreensão de que o teatro pode ser uma voz potente para as questões sociais, destacando o papel do artista nessas temáticas.

Programação completa

Todos os espetáculos serão exibidos no canal da Amora Produções no YouTube, às 19h, contando com debates com os artistas ao fim das apresentações. Confira:

Quinta-feira – 13/05

15h. Oficina: Os desafios da execução dos projetos em Direitos Humanos: como elaborá-los?, com Djamere Braga (mestre em Direitos Humanos, Políticas Públicas e Cidadania; graduada em Serviço Social pela Universidade Federal da Paraíba e bacharel em Direito pelo Iesp/PB).

A oficina conta com 20 vagas e para participar basta se inscrever através do seguinte formulário: https://bit.ly/3vFawzX

19h. BR TRANS, com Silvero Pereira.

Idealizado pelo ator Silvero Pereira, o espetáculo tem como interesse temático o universo de travestis, transexuais e artistas transformistas brasileiros.

Sexta-feira – 14/05

19h. Desertores, do Coletivo de Teatro Alfenim.

Desertores é um experimento cênico livremente inspirado na peça inacabada “O declínio do egoísta Johann Fatzer”, de Bertolt Brecht.

Sábado – 15/05

19h. Dora, com Sara Antunes.

Com texto e direção de Sara, a peça é estruturada como um caleidoscópio fragmentado mesclando trechos de cartas, imagens de arquivos e relatos autobiográficos da atriz.

Domingo – 16/05

19h. Corpos Opacos (foto), com Carolina Virgüez e Sara Antunes.

Duas freiras colombianas, paradoxalmente, encontraram o claustro no mosteiro de Santa Clara, a santa da luz. As atrizes Carolina Virgüez e Sara Antunes encontraram nessa premissa um argumento sólido no qual basearam uma performance cheia de nuances, referências, revelações e luzes.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube