Covid-19: vereadoras campinenses defendem vacina e normas sanitárias

Da Redação. Publicado em 22 de maio de 2021 às 11:14.

Foto: reprodução

Foto: reprodução

Ganhou repercussão em Campina Grande nesta semana a fala do vereador Alexandre Pereira (PSD) que declarou na tribuna da Câmara Municipal que preferia “ivermectina, chá de hortelã e limão galego” ao invés da vacina contra a Covid-19.

Após a repercussão da fala, que aconteceu enquanto equipes da Secretaria de Saúde Municipal realizavam uma ampla testagem de parlamentares e servidores da Casa de Félix Araújo, o parlamentar chegou a divulgar uma nota afirmando que foi mal interpretado e que a fala tinha sido “irônica”.

Em entrevista à rádio Caturité FM, uma das colegas de casa de Alexandre, vereadora Fabiana Gomes (PSD), disse acreditar que o vereador acabou sendo mal interpretado, mas lembrou que o próprio já havia se retratado. Ao contrário da ‘ironia’ do edil, a parlamentar afirmou ser a favor da ciência, da vacina e da pesquisa.

Já a vereadora e presidente da Comissão de Saúde da Câmara de Campina Grande, Carol Gomes (PROS), comentou que tenta pautar o seu mandato com ações à Área de Saúde, que defende totalmente a vacinação porque acredita que somente a vacinação pode amenizar a crise que estamos enfrentando. Ela fez um alerta a todos ouvintes lembrando que, apesar de estar licenciada, é uma profissional de Saúde.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube