Covid-19: João Pessoa terá que comprovar que não antecipou etapas da vacinação

Da Redação. Publicado em 14 de maio de 2021 às 15:09.

A procuradora da República do Ministério Público Federal, Janaína Andrade, afirmou que a Prefeitura de João Pessoa tem que provar que não está adiantando o Plano Nacional da Vacinação (PNI).

Ela destacou que a Prefeitura tem que comprovar, dentro de 72 horas, que está seguindo a sequência da vacinação determinada pelo Ministério da Saúde, sem antecipação de etapas.

Janaína frisou, em entrevista a uma emissora de rádio, que a Prefeitura só pode iniciar novos grupos prioritários se já tiver concluído os demais grupos que estão no PNI.

Foto: Secom/JP

Foto: Secom/JP

– Queremos entender porque João Pessoa está passando à frente do plano, que tem toda uma indicação de quais são os grupos que devem ser vacinados. O objetivo da ação é que João Pessoa comprove que de fato vacinou os grupos prioritários em fases anteriores, a exemplo de trabalhadores da saúde e idosos – colocou.

De acordo com Janaína, o Ministério Público Federal e o Ministério Público da Paraíba entraram com uma ação pedindo que a Prefeitura de João Pessoa suspenda imediatamente a vacinação de grupos não inseridos nas orientações do Programa Nacional de Imunizações (PNI) do Ministério da Saúde.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube