Fechar

logo

Fechar

BBB 21: Juliette afirmava que, após 30 anos anônima, queria 30 de famosa

Da redação com Folhapress. Publicado em 3 de maio de 2021 às 19:50.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

VITOR MORENO
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Juliette Freire, 31, é uma das favoritas ao prêmio de R$ 1,5 milhão na atual temporada do Big Brother Brasil 21 (Globo), que se encerra nesta terça-feira (4).

Antes de entrar na casa e se tornar uma potência nas redes sociais (ela ainda não sabe, mas passou de menos de 4.000 seguidores para mais de 23 milhões), a paraibana passou por maus bocados.

Advogada de formação, Juliette nunca trabalhou na área, com exceção dos estágios. Durante a faculdade, ela passou a atuar como maquiadora profissional e começou a tirar seu sustento dessa atividade.

Foi neste período que ela conheceu Deborah Vidjinsky, uma das melhores amigas, ex-sócia e atualmente uma das administradoras de suas redes sociais. As duas se conheceram há cerca de seis anos durante o trabalho em comum em um salão de João Pessoa.

Ao F5, Vidjinsky conta que sempre soube da vontade de Juliette de participar do Big Brother Brasil, inclusive das tentativas anteriores de entrar no programa.

“Dessa última vez, eu soube durante o processo, porque ela precisava de ajuda com algumas coisas. A certeza só veio quando ela foi confinada porque, até então, a produção não deixou claro que ela realmente estaria dentro. Faz parte do sigilo creio eu.”

As duas mantiveram juntas por alguns anos um estúdio de maquiagem na capital paraibana.

“O foco dos atendimentos era evento social, como casamentos, formaturas e festas de 15 anos”, explica.

“Em dias cheios atendíamos de 8 a 10 pessoas por maquiadora.”

“Réveillon era sempre um dia muito agitado e divertido. Servíamos lanche e champanhe para as clientes. Ficávamos até umas 22h atendendo. Levávamos as roupas para nos arrumarmos lá mesmo. Era corrido, mas muito divertido!”, diz Vidjinsky.

A amiga diz que, desde então, Juliette já era como se mostra na casa.

“Sempre muito animada, falante e cantante no trabalho”, revela.

“São momentos que eu tenho muito orgulho de ter dividido com ela e que nos farão muita falta.”

Isso porque, apesar dos bons momentos que viveram, tiveram que fechar o negócio em 2020, por causa da pandemia.

“Um dos dias mais tristes foi quando precisamos desmontar e entregar as salas do nosso estúdio. Foi um sonho sendo desfeito”, lamenta.

“Nossa renda era somente da maquiagem. E sem eventos, sem cliente, sem dinheiro!”, lembra.

“Ela não tinha outro suporte financeiro, e as reservas logo encerraram. Ficamos sem perspectiva alguma e ela foi a que mais sofreu o impacto. Precisou recorrer ao auxílio emergencial e chegou a passar uma temporada na casa da mãe. Foram seis meses de muito sufoco.”

Isso durou até a entrada no BBB 21. Agora, Juliette é disputada por marcas antes mesmo de sair do programa. Além de ser a participante com seguidores da atual edição, ela só perde para uma das maiores musas que saíram do programa, a apresentadora Sabrina Sato (BBB 3), superando até a atriz Grazi Massafera (BBB 5).

Dona de uma beleza clássica e de uma elegância natural, Juliette não destoa desse pódio -composta também por Camilla de Lucas e Fiuk. Porém, Vidjinsky diz que nem sempre a amiga foi alvo preferencial dos olhares masculinos.

“Agora na vida adulta, sim, ela sempre chamou muita atenção”, diz.

“Durante a adolescência ela tinha alguns problemas de autoestima, mas tudo dentro do esperado para a idade. Mudanças no corpo, hormônios etc. Tudo isso gera uma certa insegurança no adolescente.”

A amiga afirma que não sabe dizer se algum dos flertes que ocorreram no programa irão prosperar depois.

“Ela não foi para o programa pensando em relacionamento, pelo contrário, foi focada no prêmio, no jogo”, avalia.

“Das vezes que falamos sobre isso ela deixava claro que não queria, porém, ninguém pode garantir né?”

Mas entrega que Juliette já tem tudo para subir ao altar. Um dos momentos mais felizes que elas viveram juntas foi na renovação dos votos de casamento de Vidjinsky.

“Ela pegou o buquê”, entrega a amiga. “Eu acho até que dei uma ajudinha para isso acontecer (risos).”

Fora da casa, Juliette já fechou contratos, ganhou músicas, convites para gravar com artistas consagrados e virou até personagem de game. “Nossa, ela vai pirar!”, diz a amiga.

“Nem nos melhores sonhos ela imaginou que fosse ter tanta repercussão e tanto carinho das pessoas assim.”

Por outro lado, como qualquer pessoa com esse nível de exposição, muitas vezes a participante se tornou alvo dentro da casa daqueles que problematizaram todas as declarações e qualquer coisa que ela fazia.

“A gente procura não dar ouvidos a hater”, diz a amiga.

“É inevitável ler, ouvir, mas a gente conhece Juliette demais para se deixar abater por qualquer comentário negativo e mal-intencionado.”

Vidjinsky diz acreditar que Juliette deve tomar novos rumos quando sair do programa.

“A maquiagem sempre vai fazer parte da vida dela, porém trabalhar novamente como maquiadora em estúdio, acho impossível”, diz.

“Ela sonhava tanto ser delegada quanto entrar no programa e vencê-lo. Como diz ela: ‘Foram 30 anos no anonimato, agora quero 30 anos sendo famosa!’.

“Acredito que ela vai curtir muito a nova fase.”

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube