Vigilante paraibano é preso por engano, no Rio de Janeiro

Da Redação. Publicado em 19 de abril de 2021 às 21:34.

No Rio de Janeiro, um vigilante paraibano foi preso por engano após o irmão utilizar o nome dele ao ser pego pela Polícia em Campina Grande, na Paraíba.

De acordo com informações, João Paulo Tavares da Costa foi preso em Campina Grande em 2020, por tráfico de drogas, porém no momento da apreensão estava sem documentos e utilizou o nome e dados do irmão, Greriston José Tavares Costa, que mora desde 2005 no Rio de Janeiro. Greriston é casado, tem dois filhos e trabalhava como vigilante em um shopping.

Foto: Reprodução/ TV Paraíba

Foto: Reprodução/ TV Paraíba

No dia 31 de março, o vigilante foi, juntamente com a esposa, comprar o peixe que seria usado no almoço da Semana Santa e ao passar por uma blitz tiveram os documentos checados. Na ocasião, foram levados à delegacia e acabaram descobrindo um mandado de prisão em nome de Greriston.

Em Campina Grande, João Paulo foi encaminhado para o Complexo Penitenciário do Serrotão e pouco tempo depois teve a prisão em flagrante convertida em prisão preventiva e concedeu medida cautelar, podendo assim, responder o processo em liberdade.

Porém, foi preso novamente após sair do presídio, por estar tentando arremessar drogas para dentro da prisão, mas, dessa vez, não usou o nome do irmão no momento da prisão, pois sabia que para Justiça seria considerado foragido.

Após o ocorrido, a dificuldade girou em torno de provar que Greriston teve o nome trocado e também que o real culpado já estava preso pela própria Justiça da Paraíba.

Alguns elementos do próprio inquérito poderiam ter ajudado a Justiça a comprovar o erro, como por exemplo, comparando as digitais ou também a assinatura dos dois.

A situação foi levada por uma emissora de TV até o juiz Edvan Rodrigues que havia decretado a prisão do rapaz, repassando as diferenças que haviam dentro do processo, além de provas apresentadas pela defesa do vigilante.

Na manhã desse domingo, 18, após o juiz reconhecer o erro, Greriston teve a prisão revogada e o alvará de soltura expedido.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube