Vacina: Secretário comenta decisão judicial sobre aplicação de segundas doses, na PB

Da Redação. Publicado em 21 de abril de 2021 às 16:18.

 

Foto: Paraibaonline

Foto: Paraibaonline

Em decisão publicada na terça-feira (20), o Ministério Público Federal e o Ministério Público da Paraíba tiveram uma liminar concedida pela Justiça Federal, no sentido de cobrar que a vacinação da segunda dose da vacina contra Covid-19 ocorra dentro do período estipulado na bula dos imunizantes.

Fica decidido, então, que o Governo Federal deve priorizar as doses de CoronaVac, do Instituto Butantan, para o Estado nas próximas remessas encaminhadas. O Governo Estadual também não ficou isento de medidas, assim como a Prefeitura de João Pessoa, que podem ter que pagar multa caso não cumpram o estabelecido.

O secretário de Saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros, contou, em entrevista à TV Cabo Branco, que o Estado está pronto para responder às ações impetradas pelo Ministério Público.

“O Estado está tranquilo, visto que as aplicações das vacinas são de atribuição dos municípios, nós recebemos as vacinas, distribuímos e capacitamos todas as vigilâncias municipais, mas a aplicação e a escolha em quem aplicar é dos municípios”, completou.

Na ocasião, ele lembrou que o Ministério da Saúde fez uma projeção de um quantitativo de imunizantes equivocados para o mês de abril e isso contribuiu para que nesse momento haja paraibanos necessitando da aplicação da segunda dose da vacina Coronavac.

“Inicialmente, nós guardávamos na Secretaria Estadual de Saúde a segunda dose e só fazíamos o envio para os municípios quando estava perto da aplicação. Depois teve uma recomendação do Ministério da Saúde de aplicar todas as vacinas na 9ª e 10ª remessa”.

Por fim, o gestor pontuou que haverá uma priorização da aplicação dessas segundas doses e, inclusive, já foi pedido ao Ministério que na próxima remessa haja uma priorização do imunizante do Instituto Butantan.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube