Fechar

logo

Fechar

Sebrae Paraíba elenca cinco dicas para os pequenos negócios

Da Redação com Ascom. Publicado em 8 de abril de 2021 às 13:48.

Foto: Pixabay

Foto: Pixabay

Impulsionada e acelerada pela pandemia do coronavírus, a inclusão digital dos pequenos negócios é um assunto que vem despertando, nos últimos anos, não só o interesse, como também muitas dúvidas entre os empreendedores.

Ao refletir sobre o tema, é quase inevitável que os empresários se façam um autoquestionamento: por onde devo começar? Por essa razão, para auxiliar os empreendedores que ainda necessitam iniciar a inclusão digital de seus negócios, o Sebrae Paraíba elencou cinco dicas que podem nortear esse processo.

De acordo com o gerente de relacionamento digital da instituição, João Jardelino, iniciar ou amadurecer esse processo é indispensável no cenário atual.

“Muitos empreendedores não sabem por onde começar essa inclusão digital do seu negócio, seja por falta de conhecimento das possibilidades, de tempo para o assunto, ou até mesmo por não ter percebido ainda a real necessidade de inovar. Estamos vivendo em mundo empresarial cada vez mais globalizado e aqueles que não criarem mecanismos adequados vão ter maiores chances de insucesso empresarial”, explicou.

Essa dificuldade das micro e pequenas empresas de iniciarem a inclusão digital de seus negócios também ficou evidenciada em uma pesquisa realizada pelo Sebrae, em parceria com a Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (Unctad) e a Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (Cepal). Conforme os dados da pesquisa, que ouviu 1.205 empresários (entre microempresas e empresas de pequeno porte) no mês de dezembro, 55% dos donos de pequenos negócios que ainda não entraram no digital apontam a falta de funcionários com habilidades e conhecimentos adequados como principal dificuldade para conseguir a inserção nesse universo.

Apesar desse obstáculo, a pesquisa também revela que a maioria dos empreendedores entrevistados que ainda não digitalizaram suas empresas (76%) pretende investir, nos próximos seis meses, para começar a efetuar vendas por meio da internet.

“Nós estamos percebendo, durante a pandemia, que muitas empresas mais conservadoras começaram a compreender essa necessidade de inovar e de promover a inclusão digital, mas também que elas esbarram, muitas vezes, na falta de conhecimento”, pontuou João Jardelino.

Confira a seguir as dicas para promover a inclusão digital nos pequenos negócios:

1. Analisar o cenário

O empreendedor precisa observar negócios concorrentes e segmentos semelhantes ao seu, buscando compreender se eles já estão informatizados e como atuam no mercado do ponto de vista da transformação digital. Além disso, também é importante ouvir os clientes para conhecer suas demandas em relação a esse tema.

2. Estimular e buscar novas ideias

Conforme destaca o gerente de relacionamento digital do Sebrae Paraíba, “o empreendedor não precisa resolver tudo sozinho. Ele pode contar com a ajuda da equipe, conversar com os colaboradores, amigos, clientes e consultores para saber o que ele pode inovar em seu negócio, ou seja, é importante pedir um olhar de outras pessoas, já que muitas vezes o empreendedor está tão inserido na rotina do negócio que não consegue perceber isso sozinho”.

3. Planejar as mudanças

Por mais simples que sejam, as mudanças em qualquer empresa precisam ser planejadas. Além de demandarem dedicação e conhecimento, algumas delas também necessitam de recursos. Por essa razão, planejar é fundamental nesse processo de inclusão digital.

4. Facilitar os processos da empresa

Anotar pedidos à mão, utilizar agendas e cadernos físicos para armazenar informações sobre o negócio e não ter uma base digitalizada com os contatos dos clientes ainda são práticas muito comuns no universo dos pequenos negócios. Dessa forma, iniciar a transformação digital pela organização interna da empresa pode ser um primeiro passo desse processo.

5. Investir na presença digital da empresa

Considerando os novos perfis dos consumidores, é indispensável que as empresas invistam em sua presença digital, não só com o intuito de vender, como também para manter um relacionamento com o seu público.

“Muitas vezes os pequenos negócios perdem oportunidades por não investirem em site, em páginas nas redes sociais e, também, por não terem uma comunicação efetiva com seus clientes por meio de ferramentas como o WhatsApp, que hoje são bastante comuns”, acrescentou João Jardelino.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube