Prefeitura de JP cria projeto de empreendedorismo feminino em parceria com o Sebrae

Da Redação com Secom/JP. Publicado em 21 de abril de 2021 às 18:25.

Paraíba Online • Prefeitura de JP cria projeto de empreendedorismo feminino em parceria com o Sebrae

Foto: Secom/JP

Como forma de incentivar e fortalecer o empreendedorismo para mulheres de baixa renda e em situação de violação de seus direitos, a Prefeitura de João Pessoa criou o projeto ‘Empreendedorismo Feminino’.

A iniciativa é da Secretaria Extraordinária de Políticas Públicas para as Mulheres (SEPPM), que se reuniu nesta quarta-feira (21) com a diretoria técnica do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae/PB) para formar parceria entre as instituições.

A iniciativa partiu da necessidade de apoiar mulheres vitimas de violência ou que vivem em situação de vulnerabilidade social a mudarem de vida por meio do empreendedorismo.

O projeto vai oferecer oficinas de capacitação e formação que visam garantir oportunidades de estruturação de negócios produtivos e autossustentáveis, com apoio técnico e gerencial aos participantes na condição de autônomos ou desempregados, subsidiando-as na identificação de alternativas, adoção de estratégias eficientes de comercialização e ampliação da renda familiar.

“A ausência de emancipação econômica coloca as mulheres em uma situação mais vulnerável e dificulta a quebra do ciclo de violência de uma mulher dependente financeiramente do seu agressor, por isso, essa necessidade de construir políticas públicas que reforcem a autonomia econômica das mulheres”, disse a secretária da Mulher, Nena Martins.

Neto Franca, diretor do Sebrae, falou sobre a importância desse trabalho para a instituição.

“O Sebrae é hoje o maior incentivador do empreendedorismo. E o que é preciso para esse trabalho ter sucesso? Exatamente parcerias como essa com a Prefeitura de João Pessoa, que, nesse projeto, tem como foco principal as mulheres que merecem uma atenção especial das instituições. O passo agora é ajustar o projeto com nosso corpo técnico para que num curto espaço de tempo a gente possa colocar em prática”, disse.

Inicialmente, as ações serão realizadas em comunidades de mulheres em situação de exclusão e risco social de áreas da Grande João Pessoa.

Público-alvo – Mulheres de baixa renda e em situação de violação de seus direitos, trabalhadoras em economia informal de Comunidades e Associações de Bairros da Grande João Pessoa, a exemplo de: Colinas de Gramame, Vista Alegre, Vista Verde I, Residencial Saturnino de Brito e Comunidade Renascer I, entre outras que surgirão ao longo da execução do projeto, previamente selecionadas pela equipe da SEPPM.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube