Fechar

logo

Fechar

Pandemia seria o motivo de adiamentos de júris ocorridos em Campina, diz corregedor

Da Redação. Publicado em 17 de abril de 2021 às 11:00.

Foto: Ascom

Foto: Ascom

Nos últimos tempos o Tribunal de Campina Grande passou por vários adiamentos de júris pela falta do defensor público e, para os próximos dias, estão previstos alguns outros adiamentos pelo mesmo motivo.

Na busca por esclarecer os motivos dessas ocorrências, a reportagem da rádio Caturité FM ouviu, neste sábado, 17, o advogado e corregedor da Defensoria Pública da Paraíba em Campina, José Alípio Bezerra.

Ele esclareceu que a maioria das audiências estão acontecendo de forma virtual por conta da pandemia, mas que de fato alguns júris são realizados de forma presencial.

– Nós temos duas varas em Campina Grande que, devido ao falecimento de um dos defensores e da aposentadoria de outro, estão sendo conduzidas por um defensor do município de Sousa, Felipe Mangueira, que está respondendo cumulativamente por elas. Mas, antes de um dos júris deste ano, foram feitos alguns exames e ele testou positivo para a Covid-19 e, por precaução, resolveu se afastar – explicou.

O advogado alertou que os defensores, em sua maioria, fazem parte do grupo de risco e por isso estão tentando se prevenir ao máximo. Ele esclarece que não há fuga das obrigações e sim um cuidado redobrado.

Por outro lado, o corregedor informou que a situação já está próxima de ser normalizada.

– Na segunda-feira, 19, com a volta de doutor Felipe, tudo isso começará a ser normalizado – garantiu.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube