Desde 2014, lei multa donos de terrenos com risco de proliferação do Aedes em CG

Da Redação*. Publicado em 23 de abril de 2021 às 10:15.

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O Governo da Paraíba publicou na edição desta quinta-feira, 22, do Diário Oficial do Estado (DOE) uma lei que vai punir proprietários de terrenos que apresentem alto risco de proliferação do mosquito da dengue.

A medida entra em vigor em 90 dias, mas o diretor de Vigilância em Saúde de Campina Grande, Miguel Dantas, relembrou que uma legislação nesse sentido já vigora no município desde 2014.

Em entrevista à Rádio Caturité FM, nesta sexta-feira, 23, Miguel reforçou que “temos uma lei nos mesmos moldes. Claro que a lei estadual vai abranger municípios que não possuem legislação própria e vai ajudar. Mas, repito, em Campina nós já temos funcionando há muito tempo, com punições e tudo mais. Uma lei estadual vai colaborar com os trabalhos das vigilâncias”.

O diretor explicou que a questão de terrenos abandonados – tanto os próprios como de propriedade do município – sempre são potenciais de risco para uma maior incidência de risco de contágio e infestação do Aedes aegypti.

– Nesses casos, é de fundamental importância a colaboração das pessoas. A população tem que ser vigilante também. Começando pelos cuidados na sua casa, depois na do seu vizinho e posteriormente desses terrenos abandonados. Reforçando isso, eu posso destacar aqui o ‘Dengue-zap’, onde as pessoas podem entrar em contato conosco em caso de denúncias como essa. O número é o: 99884-9535 – detalhou.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube