Fechar

logo

Fechar

Conheça o Projeto Vida Anawin que dá apoio a moradores de rua em Campina Grande

Da Redação. Publicado em 10 de abril de 2021 às 11:23.

Foto: reprodução

Foto: reprodução

O coordenador do Projeto Vida Anawin, da Comunidade Católica Remidos no Senhor, Arthur Rocha, contou, em entrevista à Rádio Caturité, sobre a atuação do projeto na Cidade de Campina Grande.

De acordo com ele, o Vida Anawin tem como objetivo promover o resgate da pessoa humana e os principais beneficiados são pessoas em situação de rua.

“No nosso Centro de Evangelização, que fica na Rua João da Mata, Centro de Campina Grande, estamos com a capacidade de atender até 30 moradores de rua, isso por causa das questões pandêmicas, que nos força a diminuir o número de pessoas no local”.

Arthur explicou ainda que são fornecidas refeições cinco dias por semana. O espaço conta ainda com local para higiene pessoal, lavanderia, alfaiataria, atendimento médico e terapêutico básico, encaminhamento para órgãos específicos da área de saúde, orientação e ajuda para regularização jurídica, serviço de educação básica, além do trabalho evangelizador.

“Não é apenas o oferecimento do almoço, o grande diferencial do projeto é que além do almoço também fazemos com que eles comam no lugar do projeto, com a experiência do sentar-se à mesa, ali em um espaço limpo, agradável, fraterno, eles tomam a refeição e podem também partilhar a vida, vivem momentos de oração, de catequese bíblica, e podem conviver com outras pessoas de fato sentindo o valor que eles têm como pessoa e filhos de Deus”.

O coordenador citou também que as ações foram iniciadas na cidade já durante a pandemia de coronavírus.

“O ano passado, quando fomos surpreendidos por esse grande mal, a orientação era que todos se isolassem, mas lembramos que podíamos nos isolar, estar em espaços seguros, mas existiam irmãos que não tinham essa possibilidade, onde se abrigar, não tinham uma família pra viver esse tempo difícil com um amparo, com um auxilio, com uma orientação acertada”.

Por essa razão o espaço que antes era apenas o Centro de Evangelização, onde ocorreriam eventos em grupo, orientação pessoal, dentre outros, foi ajustado para o Vida Anawin.

“É, nestes tempos difíceis, um lugar onde esses irmãos desamparados, muitas vezes esquecidos, podem sim encontrar espaço para se sentirem o que de fato são, filhos de Deus, pessoas dotadas de toda dignidade. O único critério para fazer parte do Projeto Vida Anawin é ser um morador de rua, porém por causa das questões pandêmicas e estruturais foi preciso criar um número limite de beneficiários para não gerar aglomerações no espaço”.

Por fim, ele pontuou que essas pessoas em situação de rua fazem parte de um cadastro e já conhecem o projeto, a maioria desde outubro de 2020. Mas, infelizmente, devido ao número limitado de pessoas, não estão fazendo novos cadastros.

“Já passaram pelo projeto mais de 200 pessoas, uma vez que alguns se mudam, outros conseguem sair dessa situação, voltar para suas famílias, já aconteceu com alguns membros do projeto e alguns que de fato vão tomando outros rumos”, finalizou.

Ouça:

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube