Fechar

logo

Fechar

Comerciantes de calçados de feira campinense relatam início da trajetória e impactos da pandemia

Da Redação. Publicado em 17 de abril de 2021 às 10:39.

Foto: Jonathan Samuel

Foto: Jonathan Samuel

A reportagem da rádio Caturité FM visitou, neste sábado, 17, o setor de venda de calçados instalado na Feira Central de Campina Grande. Os trabalhadores do espaço fizeram breves relatos de como estão conseguindo driblar as consequências da crise gerada pela pandemia e como tudo começou.

Marisa Barbosa, é comerciante de calçados na feira há quase 50 anos. Ela falou também como tudo começou.

– Quando eu conheci meu esposo, ele tinha um banco de apenas dois metros aqui na feira. Mas, a gente foi driblando as dificuldades e com muito trabalho conseguimos chegar à estrutura que temos hoje. Atualmente são mais de 15 bancos que temos espalhados pela feira. Hoje o que eu mais vendo aqui são sandálias, sobretudo de couro, mas também todo tipo de calçado, tanto feminino como masculino – apontou.

Foto: Jonathan Samuel

Foto: Jonathan Samuel

Gilberto dos Santos Xavier trabalha na feira há mais de 30 anos. Ele aproveitou o espaço para desmistificar uma questão sobre a feira e disse que, com muito trabalho, desde o tempo em que era empregado de grandes redes de lojas, ele conseguiu abrir o seu próprio ponto.

– Comecei como empregado e como proprietário eu iniciei em um espaço de apenas 4 metros aqui na feira. Um ponto que é importante esclarecer aos ouvintes é que essa ideia que as pessoas têm de que na feira não há produto de muita qualidade, é inexistente. As mercadorias que temos aqui, a maioria delas também estão nas grandes lojas. Então esse preconceito, digamos assim, existe pela falta dessa informação. Vale dizer – garantiu.

Foto: Jonathan Samuel

Foto: Jonathan Samuel

Gilberto afirmou que a pandemia e suas consequências, assim como para vários setores, causou evasão de clientes do mercado.

– As pessoas estão com aquele receio de frequentar certos espaços. Mas, eu garanto que aqui nós estamos tomando todos os cuidados de prevenção a esse vírus. As vendas diminuíram mas, com muito trabalho, a gente está “levando” – confirmou.

Foto: Jonathan Samuel

Foto: Jonathan Samuel

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube