Fechar

logo

Fechar

Cantora Joelma vira heroína em clipe: “Você pode ser o que quiser”

Da redação com Folhapress. Publicado em 16 de abril de 2021 às 8:34.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

MARIANA ARRUDAS
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – A cantora Joelma, 46, chamou atenção nas últimas semanas ao aparecer ruiva em suas redes sociais. Mais do que um novo visual, no entanto, a mudança acontece para seu novo trabalho e já pode ser vista no clipe de “Coração Vencedor”, lançado nesta quinta-feira (15).

A canção foi composta por Tony Brasil e fala sobre um coração ferido e machucado que se liberta para que surja uma nova pessoa. Em conversa virtual com a imprensa, a cantora disse que “a música foi um presente”. Ela contou que foi o primeiro trabalho que conseguiu realizar após ter contraído Covid-19.

“A história da música fala de uma pessoa que tem um coração acorrentado, marcado a ferro e fogo e ela consegue quebrar essas correntes e se libertar”, conta.

Segundo a artista, a ideia é passar uma mensagem de superação, de que “posso ser o que eu quiser depois que sair dessa”.

Joelma e Tony Brasil já haviam trabalhado juntos na época da banda Calypso, e agora a música, que remete ao início da carreira da cantora, fala sobre a força da mulher, determinação, luta e empoderamento na busca da liberdade, seja física ou sentimental.

O clipe foi dirigido e roteirizado pela própria artista, em parceria com o produtor Ricardo Lago. No vídeo, gravado no interior de São Paulo, é possível ver a cantora interpretando diferentes personagens, com três mudanças de visual.

“A ideia de fazer as heroínas foi para pegar um público mais jovem”, comenta ela. “Você pode ser o que quiser: uma heroína ruiva, uma guerreira loira”. O vídeo conta com um balé totalmente feminino, Joelma andando a cavalo, cores diferentes de cabelo e referências a super-heroínas e guerreiras.

“Quando encontramos o cenário de castelo com um cavalo, pensei ‘agora fechou com chave de ouro'”, conta ela que chegou a ter dificuldades para montar o animal. A artista conta que o clipe foi gravado em dois dias, e as filmagens feitas de trás para frente devido às maquiagens utilizadas.

Ela comenta que seu cabelo ruivo foi feito para o clipe, mas diz que gostou do novo visual. “Estou até pensando em algum momento ficar ruiva de verdade. Tem uns fãs que não querem de jeito maneira, não aceitam”, afirma ela, que não esperava a repercussão após a primeira imagem nas redes sociais.

Apesar de “Coração Vencedor” marcar sua volta ao trabalho após contrair Covid-19, Joelma afirmou no programa Altas Horas (Globo), nesta semana, que voltou a sentir os efeitos da doença. Apesar de não saber se foi reinfectada, a artista contou que voltou a ter sintomas fortes no fim de janeiro.

Joelma foi contaminada pelo coronavírus em agosto de 2020. A infecção durou cerca de 30 dias, mas os sintomas permaneceram por mais de dois meses, e ao voltar a senti-los ela ainda enfrentava tratamentos para recuperação de sequelas da doença.

Sobre a recaída ela diz que pensou em desmarcar a gravação do clipe até que melhorasse, mas acabou decidindo manter o plano. “Duas semanas antes de gravar o clipe consegui levantar” revela a cantora. Ela conta que devido às sequelas do vírus, seu organismo não está absorvendo o que ela come.

CLIPES GRANDIOSOS

Paraense de Almeirim, a artista já soma 25 anos de carreira na música. Passou pela banda Fazendo Arte em 1995, e conseguiu alcançar o reconhecimento nacional com a banda Calypso, que durou de 1999 a 2015. Desde 2016, a cantora segue carreira solo.

“Com certeza, meu coração é vencedor! É só olhar nos meus olhos. Estou numa fase incrível da minha vida, penso que é a minha melhor fase, em todos os sentidos”, afirma ela, que promete usar bastante as redes sociais para promover o novo trabalho, inclusive com desafios para os fãs.

Quanto ao futuro, Joelma diz que pretende seguir fazendo grandes produções em seus clipes e revela que seu futuro trabalho será completamente diferente de “Coração Vencedor”. Repertório e o figurino já estariam até escolhidos, apesar de a cantora não adiantar muitos detalhes.

Na conversa com jornalistas, a artista comentou sobre o “bate cabelo”, sua marca registrada e virou assunto no Big Brother Brasil 21. “Sempre tive cabelão”, conta ela, “então alguém me disse: ‘adorei a dança do cabelo'”, relembra. A partir daí a cantora diz que começou a coreografar com o cabelo.

E falando em BBB, Joelma diz que Pocah, 26, e Juliette Freire, 31, poderiam estar em seu clipe. “A Juliette canta muito”, brincou ela, revelando acompanhar o reality pelas redes sociais. Enquanto aguarda parcerias com as BBBs, ela estará com Maiara e Maraísa e Felipe Araújo na live Buteco do Lucas, no dia 23. Uma live solo também deve ser anunciada em breve.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube