Apenados no Sertão participam de projeto de reflorestamento

Da Redação com Secom/PB. Publicado em 14 de abril de 2021 às 23:00.

A cidade de Patos e municípios vizinhos serão beneficiários de uma ação ambiental importante, que contará com a participação de apenados da Penitenciária Padrão Romero Nóbrega: o plantio de mudas de árvores nativas da região, sobretudo do bioma caatinga.

O projeto de reflorestamento, que ajuda na reintegração social de pessoas privadas de liberdade, é uma parceria da Secretaria de Estado da Administração Penitenciária (Seap) com a Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), Campus de Patos, por meio do Departamento de Engenharia Florestal.

Foto: Secom/ PB

Foto: Secom/ PB

A supervisão do projeto é da professora Patrícia Carneiro Souto, que coordena o viveiro, e de Manoella de Queiroz Rodrigues Limeira, secretária do Meio Ambiente da Prefeitura de Patos. A princípio o projeto vai trabalhar com as espécies nativas Juazeiro (Sarcomphalus joazeiro (Mart) Hauenschild); Ipê roxo (Handroanthus impetiginosus (Mart Ex DC.) Mattos; Catingueira (Cenostigma bracteosa (Tul.) L.P. Queiroz).

Na própria unidade prisional, quatro apenados selecionados já trabalham na quebra da dormência das sementes e plantio destas, culminando com o surgimento das mudas das plantas. Os reeducandos envolvidos no projeto estão cultivando um pomar com as espécies furtíferas: goiaba, graviola, laranja, limão, acerola, pinha e pitanga, frutas que fortalecerão a qualidade nutricional das refeições diárias.

O secretário da Administração Penitenciária, Sérgio Fonseca, parabenizou a iniciativa da direção do Presídio Romero da Nóbrega pela relevante ação no campo ambiental. “Contribuir com o reflorestamento de áreas em Patos e outras cidades circunvizinhas, tendo a UFCG e a Secretaria Municipal do Meio Ambiente como parceiras, é gratificante para a Seap pela dimensão da causa e pela inclusão social de pessoas privadas de liberdade.

Tal ação é mais um resultado que está de acordo com o que estabelece o Planejamento Estratégico da Secretaria da Administração Penitenciária, ou seja, somar esforços, buscar parceiros e promover a reinserção social de pessoas”, pontuou.

O gerente executivo da Ressocialização, João Sitonio Rosas, assegurou que a GER apoia integralmente o projeto e já está envolvida nesta nova ação de inclusão social.
O diretor da Penitenciária Romero Nóbrega, Manoel Eudes Osório, agradeceu as parcerias e o apoio da Seap e afirmou que a equipe da unidade prisional está empenhada na ação que pode fazer a diferença na caatinga da região a médio e longo prazo e que os apenados selecionados estão abraçando a ideia com entusiasmo. Adiantou que outras iniciativas visando a reintegração social dos presos estão sendo elaboradas.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube