Vice-governadora, vereadoras e senadoras paraibanas destacam conquistas e desafios

Da Redação. Publicado em 8 de março de 2021 às 21:15.

Foto: Paraibaonline

Foto: Paraibaonline

Neste oito de março, Dia Internacional da Mulher, são muitas as homenagens para elas que são mães, profissionais, estudantes, políticas. Fica-se mais claro também destacar o lugar da mulher. Um jargão feminista diz que Lugar de Mulher é onde ela quiser e algumas delas querem estar na política.

Destacamos por exemplo a primeira vereadora negra eleita em Campina Grande em 2020, Jô Oliveira (PCdoB).

Ela falou em entrevista sobre os desafios de enfrentar a discriminação.

– A gente precisa começar a ressiginificar isso, prestar atenção ao nosso entorno. A nossa discriminação enquanto mulher, negra e pobre acontece em todo canto – lamentou.

A única mulher eleita vereadora na capital paraibana, Elisa Virginia (Progressistas), fez uma reflexão sobre a falta de incentivo as mulheres na política.

Foto: Ascom

Foto: Ascom

“A mulher tem que ter a vontade de ser política, o incentivo, mas o que a gente vê ainda são candidaturas falsas, o dinheiro não é usado nas campanhas dela e sim nas de outros dominadores de partido. É preciso mais fiscalização e conscientização”.

No senado federal são duas as representantes do gênero feminino. Daniella Ribeiro (Progressistas) e Nilda Gondim (MDB).

Foto: Ascom

Foto: Paraibaonline

Elas salientaram neste dia da mulher a importância de políticas públicas de defesa e acolhimento. Daniella lembrou projetos de sua autoria, um deles, voltado a melhoria da lei Maria da Penha.

– Esse papel de ouvir as mulheres é muito importante. A política está ai para ouvir as pessoas. Nesse sentido temos projetos de leis, de melhorar a lei Maria da Penha, por exemplo, principalmente quando se trata da violência psicológica, aquela que a gente não vê as marcas – frisou.

Foto: Asom

Foto: Asom

Já Nilda, comemorou o trabalho feito em prol da criação da casa da mulher, em João Pessoa.

– Direcionamos emendas para que a casa da mulher seja implantada em João Pessoa. Para que elas tenham direito a um espaço especializado com assistência jurídica, psicossomática e acolhimento. É mais uma vitória nossa – comemorou.

A vice-governadora do estado, Lígia Feliciano (PDT), lembrou a importância das mulheres vítimas de violência de procurarem ajuda.

Foto: Paraibaonline

Foto: Paraibaonline

– Para as mulheres que sofrem, não se calem. Denunciem pelo 197 ou procurem uma delegacia da mulher. Você não está sozinha – finalizou.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube