Policiais da Paraíba protestam pela inclusão da categoria no grupo prioritário de vacinação

Da Redação de João Pessoa (Hacéldama Borba). Publicado em 22 de março de 2021 às 19:17.

Foto: Paraibaonline

Foto: Paraibaonline

Os policiais civis e militares da Paraíba, além dos Policiais Federais e da Polícia Rodoviária Federal realizaram um protesto nesta segunda-feira (22), solicitando a inclusão das categorias no grupo prioritário de vacinação contra a Covid-19. Eles alegam que estão sempre expostos à contaminação porque trabalham nas ruas e em contato com diversas pessoas.

Conforme o presidente da Associação de Defesa das Prerrogativas dos Delegados de Polícia da Paraíba (Adepel), Steferson Nogueira mais de 11% somente de policiais civis já foram infectados pelo vírus.

“Esse protesto faz parte de uma mobilização nacional, feita em todos os estados em protesto ao tratamento que o governo federal vem dando a essas instituições. São PECs e legislações aprovadas que retiram os poucos direitos que os policiais ainda, além do tratamento no que diz respeito à vacinação dos policiais”, disse.

Ele contesta que na lista de prioridade do Ministério da Saúde os apenados e presidiários foram colocados à frente dos Policiais que estão desde o início da pandemia trabalhando diuturno e ininterruptamente.

“Nós não temos descanso e o índice de infecção dos policiais é altíssimo, mais que o dobro da média geral no Brasil. Só na Polícia Civil da Paraíba, nós temos mais de 11% de policiais infectados. Esse índice é alarmante. De 2.100, nós temos mais de 240 infectados e nós não podemos fazer nada. Não queremos passar na frente de ninguém na fila de vacinação, mas colocar apenados e presidiários a frente dos policiais não dá para entender” destacou.

Steferson Nogueira critica o presidente Jair Bolsonaro que se elegeu com a bandeira da Segurança Pública, mas o que não se viu até agora foi algo em defesa dos policiais.

“Esse protesto foi iniciado no dia 17 em Brasília. Hoje, aqui em João Pessoa, Campina Grande e Patos, nós estamos fazendo sem aglomeração e vamos nos manter mobilizados para que se tenha mais respeito às instituições. Quem protege também merece ser protegido”, completou

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube