Pesquisa aponta impactos da pandemia na vida de médicos brasileiros

Da Redação*. Publicado em 4 de março de 2021 às 10:15.

Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

“Nós, profissionais de saúde, somos seres humanos, que estamos fragilizados, doentes e precisamos ser vistos como tal pela população em geral, mas também por todos que fazem a gestão em saúde. Se esses profissionais não conseguem dar conta de suas próprias enfermidades, como é que vão estar na linha de frente?”

O questionamento partiu da neurologista e pesquisadora do Hospital Universitário Lauro Wanderley (HULW-UFPB) Isabela Araújo.

Isabela coordenou um estudo sobre a qualidade de vida de profissionais da saúde durante a pandemia do coronavírus. 710 profissionais de todas as regiões do país, incluindo, é claro, paraibanos, participaram dessa pesquisa.

De acordo com ela, o estudo chegou a várias conclusões importantes. Dentre os resultados, foi observado uma redução ou suspensão de atividade física em 80% dos profissionais, uma alteração na alimentação em também cerca de 80% dos trabalhadores, além de outros pontos, como o consumo de bebidas alcoólicas em cerca de 30%.

“A insônia também foi um ponto de destaque, porque mais de 40% dos profissionais referiram insatisfação com o sono. Dentre essas alterações relacionadas à insônia, observamos o comprometimento no início do sono, na manutenção do sono e queixas de despertar precoce”, citou.

Isabela também esclareceu que a pesquisa apresentou que cerca de 30% dos profissionais estão se automedicando, grande parte com medicações de uso controlado.

– Com esses aumentos, a gente vê profissionais enfermos, que precisam ser olhados, porque eles estão mais suscetíveis, não só à atual infecção da pandemia, mas também a inúmeras outras comorbidades, endócrinas, cardiovasculares, cerebrovasculares, com aumento de risco de mortalidade, além de impacto importante na saúde mental – lamentou.

A médica finalizou pedindo por empatia à categoria.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube