Fechar

logo

Fechar

João Pessoa já imunizou mais de 30 mil pessoas contra o coronavírus

Da Redação com Secom/JP. Publicado em 3 de março de 2021 às 19:29.

Foto: Secom/JP

Foto: Secom/JP

Dentro das ações de enfrentamento ao coronavírus na Capital, a Prefeitura de João Pessoa já realizou 1.397 testes contra a Covid-19 nos três primeiros dias de funcionamento dos dois Centros de Testagem, instalados nos bairros de Mangabeira e Manaíra.

Além de testar a população, a Prefeitura segue imunizando os grupos prioritários contra a doença e, até esta quarta-feira (3), 34.926 pessoas já tomaram a primeira dose da vacina, enquanto 14.389 já receberam a segunda dose.

Do total de testes realizados nestes três dias nos dois centros, 878 foram aplicados na unidade localizada na Escola Municipal Zumbi dos Palmares, em Mangabeira, e 519 na Escola Municipal Seráfico da Nóbrega, em Manaíra.

Ainda neste período, foram realizados 475 atendimentos médicos nos dois serviços, sendo 286 em Mangabeira e 189 em Manaíra.

Os dois centros reforçam os serviços de testagem e atendimento ofertados pela rede municipal de saúde para casos suspeitos de coronavírus e recebe qualquer pessoa que esteja com sintomas de síndrome gripal.

No local, o usuário passa por uma triagem para definir o tipo de teste que será realizado, podendo ser o teste rápido ou RT-PCR/SWAB. Em seguida, ele é encaminhado para a realização do teste e atendimento médico.

Para ser atendido, é necessário apresentar RG, CPF, comprovante de residência e cartão SUS. O horário de funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 16h, sem intervalo.

De acordo com a diretora de Atenção à Saúde, Rayanna Coelho, os dois locais foram escolhidos estrategicamente por se tratarem de áreas com números elevados de casos de Covid-19.

Foto: Secom/JP

Foto: Secom/JP

“Mas as pessoas que não moram nessas regiões podem se dirigir às 30 unidades de saúde da família que continuam realizando o teste SWAB normalmente”, alertou.

Vacinação – A campanha de vacinação em João Pessoa continua nesta quinta-feira (4) com a aplicação da primeira dose nos idosos de 81 anos de idade ou mais e imunizando, com a segunda dose, os trabalhadores de saúde dos serviços de referência que, por algum motivo, não conseguiram completar o esquema vacinal em seus locais de trabalho.

Os trabalhadores de saúde que se enquadram neste grupo prioritário devem se dirigir ao ponto de drive thru no ginásio O Ronaldão. Já para os idosos nesta faixa etária são disponibilizados dois pontos de drive thru nos estacionamentos dos shoppings Manaíra e Mangabeira. Os três pontos de drive thru também podem ser utilizados por pedestres e funcionam das 9h às 17h.

Com a chegada de novas doses, a Capital aguarda a confirmação do volume destinado à cidade para a definição de medidas mais ágeis e definição de novos públicos para a imunização.

“Estamos aguardando a definição de quantas doses da vacina o município vai receber para então definirmos o cronograma de vacinação para a próxima semana”, explicou Fernando Virgolino, chefe da Seção de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

Na sexta-feira (5), a faixa etária dos idosos será estendida para pessoas a partir de 80 anos. No caso dos idosos acamados que ainda não tomaram a primeira dose, os familiares devem fazer o cadastramento por telefone através dos números 3214-7219 ou 3214-7971. A vacinação será realizada em domicílio.

Documentos – Os trabalhadores de saúde que irão tomar a vacina devem apresentar os seguintes documentos, devendo levar cópias para ficarem retidas: carteira do conselho profissional ou declaração do serviço que trabalha ou contracheque e o comprovante da primeira dose. Já para idosos, é necessária a apresentação de um documento de identificação com foto e cartão do SUS ou CPF.

Quem foi vacinado – Já foram imunizados com a segunda dose da vacina contra a Covid-19 os trabalhadores de saúde dos serviços de linha de frente, trabalhadores da Atenção Básica, além dos idosos e trabalhadores das instituições de longa permanência.

Os grupos que já foram contemplados com a primeira dose são: trabalhadores de saúde, profissionais do sistema funerário que estão em contato direto com cadáveres potencialmente contaminados, cuidadores domiciliares ativos no home care, idosos acima de 83 anos e idosos acamados acima de 80 anos.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube