Fechar

logo

Fechar

Indústria emprega cerca de 10 mil mulheres na Paraíba

Da Redação com Ascom. Publicado em 7 de março de 2021 às 17:05.

Paraíba Online • Indústria emprega cerca de 10 mil mulheres na Paraíba

Foto: Ascom

A terceira fase da industrialização do Brasil, ocorrida após a década de 30, foi responsável por trazer a mulher ao ambiente industrial no país. Ainda assim, atualmente, o número de mulheres na indústria continua sendo inferior ao número de homens.

De acordo com um levantamento feito pela Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) a cada quatro pessoas empregadas da indústria, uma é do sexo feminino. O Nordeste, possui uma taxa de apenas 8,43% de participação feminina na indústria, quando comparada ao número total de mulheres empregadas.

Na Paraíba, a indústria emprega cerca de 10.000 mulheres, o que corresponde a 17,6% dos empregos formais no estado, de acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) de 2020. Essa participação vem crescendo anualmente com uma média de quase 18% dos empregos industriais formais nos últimos 10 anos.

Vários segmentos industriais tiveram participação nesse aumento significativo de admissão de mulheres na indústria. Em 2020, os setores industriais que mais empregaram mulheres no estado da Paraíba foram Alimentos e Bebidas (26%), Construção Civil (20%), Têxtil e de Confecção (19,5%) e Calçados (13,6%).

A taxa de participação das mulheres na indústria é maior em três cidades do estado, João Pessoa, com 38%, Campina Grande, com cerca 15,5%, e Santa Rita, com 11%.

A mulher já conquistou um grande espaço na sociedade, quando comparado a alguns anos atrás. O direito ao voto e a participação no mercado de trabalho são algumas das várias conquistas que a mulher obteve a partir de suas manifestações no decorrer dos anos. Porém, essa tendência de crescimento precisa continuar em alta, para que a mulher possa ocupar seu espaço merecido não só no mercado de trabalho, como socialmente falando.

O espaço da mulher na Indústria: uma luta de séculos

Nos dias de hoje a mulher já ocupa um espaço considerável na sociedade, mas ainda não suficiente. Até chegar no lugar que ocupa hoje, a mulher precisou passar por diversas lutas históricas com o intuito de igualar seus direitos aos dos homens.

No dia 8 de março é comemorado o Dia Internacional da Mulher, uma data considerada um marco dessa luta, que começou entre os séculos XIX e XX, após diversas manifestações feministas em busca de melhores condições de trabalho e de vida, e principalmente pelo direito ao voto, nos Estados Unidos e em toda a Europa.

As mulheres só começaram a ganhar espaço no mercado de trabalho após a Revolução Industrial, quando as fábricas passaram a contratá-las como funcionárias.

Porém esse emprego era totalmente explorador, onde a mulher era obrigada a cumprir expedientes de quase 20 horas por dia, em condições precárias e recebendo menos da metade do salário do homem. A partir daí, as mulheres passaram a se organizar para lutarem em busca de melhores condições de trabalho e de uma igualdade de direitos.

Antes de ser instaurada oficialmente como uma data internacional, o Dia da Mulher foi comemorado por diversas nações em datas diferentes, a partir de suas realidades de luta das mulheres pelos direitos igualitários.

Somente em 1975, designado pela Organização das Nações Unidas como Ano Internacional da Mulher, é que a data passou a ser internacionalizada e o dia 8 de março passou a ser o dia para relembrar conquistas sociais, políticas, econômicas e trabalhistas das mulheres, mundialmente.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube