Sindicalista contesta fechamento de agências do Banco do Brasil

Da Redação*. Publicado em 1 de fevereiro de 2021 às 11:07.

Foto: Paraibaonline

Foto: Paraibaonline

O presidente do Sindicato dos Bancários de Campina Grande, Esdras Luciano, afirmou que há uma previsão de fechamento de mais de 360 agências do Banco do Brasil em todo o país e o corte de cinco mil funcionários. Ele contestou o anúncio do fechamento das agências na Paraíba, especialmente a agência situada no bairro da Liberdade (foto), em Campina Grande.

Segundo Esdras, a agência é muito necessária, rentável e importante para a região onde está localizada.

– É uma agência extremamente lucrativa e estratégica para o banco no atendimento ao público na cidade – afirmou.

O sindicalista ainda avaliou, durante entrevista à Rádio Campina FM, que a decisão vai na “contramão do desenvolvimento” de Campina Grande e não condiz com o momento que a cidade vive. Também disse que a cidade está em constante expansão e hoje conta com o complexo habitacional Aluízio Campos e o anúncio do empreendimento Polo da Moda.

Esdras ainda revelou que o banco pretende fechar duas agências em João Pessoa, uma em Alagoa Grande e uma em Campina Grande. Também lembrou dos danos que o fechamento de agências causa no que diz respeito aos empregos que serão perdidos.

Por fim, o sindicalista pediu o apoio do poder público para cobrar esclarecimentos por parte da direção do banco e, quem sabe, reverter a decisão.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube