Fechar

logo

Fechar

Romero acusa Veneziano de se apropriar do MDB enquanto Maranhão estava na UTI

Da Redação. Publicado em 11 de fevereiro de 2021 às 15:33.

Foto: Codecom/CG

Foto: Codecom/CG

O ex-prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSD), lamentou que não vai poder contar com o MDB, tendo em vista a morte de José Maranhão, e criticou a forma como o senador Veneziano Vital do Rêgo (MDB) assumiu a liderança estadual do partido, enquanto o então presidente da legenda ainda estava internado se tratando da Covid-19.

– Devia pelo menos ter esperado o momento do senador, que estava em um leito de UTI. Mas, vai e se apropria do partido – colocou.

A respeito da tese do deputado estadual Manoel Ludgério (PSD), de que há possibilidade de composição com o governador João Azevêdo (Cidadania) nas eleições de 2020, Romero comentou que Ludgério “pensa com o juízo dele” e garantiu que não vai recriminar a hipótese.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube