Mulher denuncia golpe de venda de panelas em Campina Grande

Da Redação. Publicado em 4 de fevereiro de 2021 às 18:12.

Foto: Imagem Ilustrativa - Reprodução/internet

Foto: Imagem Ilustrativa – Reprodução/internet

Um caso um tanto inusitado foi registrado em Campina Grande. Uma mulher prestou queixa na Polícia afirmando ter sido vítima de um golpe relacionado a compra de panelas.

A doceira, que preferiu não se identificar, contou em entrevista à TV Cabo Branco que um casal chegou em sua casa, no bairro do Cruzeiro, em um carro de luxo, inclusive com duas crianças, oferecendo os produtos.

De acordo com ela, eles teriam dito ser de outro estado.

No relato, a vítima afirmou que o vendedor sinalizou o produto como de cerâmica e com alta qualidade, chegou a passar uma chave de fenda dentro para demonstrar que não riscava e jogar a tampa de vidro no chão para provar que não quebrava.

No entanto, somente após eles irem embora a doceira se deu conta que, além do produto não ser, de fato, na qualidade informada pelos golpistas, havia também pago o dobro do valor ao passar no cartão.

“O produto é de má qualidade, verificamos também depois, através do CNPJ descrito na via do cliente, que não era exatamente como eles passaram os informativos pra gente”, destacou, pontuando que o único registro que ficou da compra foi o comprovante de pagamento do cartão.

Também após a pesquisa, a vítima descobriu que esse casal já foi denunciado por golpes semelhantes até em outros estados.

O que ela espera agora é que a história possa servir de alerta para outras pessoas e que a operadora de cartão de crédito possa cancelar o repasse do valor de R$ 900.

O advogado especialista em direito do consumidor, Rodrigo Reul, também em entrevista a mesma emissora, detalhou que em casos semelhantes a esse, em que a compra não é feita em uma loja física, o consumidor pode sim se arrepender.

“O consumidor pode se abraçar com o chamado direito de arrependimento, previsto no artigo 49 do Código de Defesa do Consumidor, que possibilita para aquelas contratações que ocorrem fora do domicílio da empresa a possibilidade de desistência da contratação em um prazo de 7 dias”, finalizou.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube