Governador defende toque de recolher para combater avanço da Covid na Paraíba

Da Redação*. Publicado em 22 de fevereiro de 2021 às 10:00.

Foto: Paraibaonline

Foto: Paraibaonline

O governador da Paraíba, João Azevêdo (Cidadania), defendeu a adoção de medidas mais restritivas, e até a possibilidade de um “toque de recolher” em algumas cidades, tendo em vista o avanço da Covid-19 no Estado, que tem resultado no aumento de casos e de internações.

As afirmações foram repercutidas na manhã desta segunda-feira (22), na Rádio CBN.

Ao falar sobre o assunto, Azevêdo defendeu, inclusive, o fechamento total de alguns setores por um período de pelo menos 15 dias, como forma de tentar reduzir o número de novos casos.

“Temos que pedir ajuda mais uma vez aos setores como igrejas, eventos, as escolas, comércio, os bares e restaurantes, funcionando por delivery mais uma vez, durante um determinado período”, ponderou.

O governador também destacou que é preciso entender que as informações repassadas pelas autoridades sanitárias à população, como as recomendações para o uso de máscara e a manutenção do distanciamento social, tem o objetivo de evitar um agravamento ainda maior no quadro da pandemia.

– Não há outra forma a não ser tomar medidas mais duras, medidas que sejam mais impeditivas para evitar a circulação. Hoje nós teremos que, diante dos números que serão discutidos e apresentados, apresentar as medidas à sociedade paraibana – ressaltou o governador.

Na manhã desta segunda-feira (22), Azevêdo se reúne com representantes da Secretaria de Saúde e de diversos órgãos do Estado com a finalidade discutir novas medidas para controlar o avanço do vírus.

A expectativa é que, ao final da reunião, o governador anuncie, em entrevista coletiva, as decisões tomadas durante a reunião.

Mais informações ao longo do dia.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube