Fechar

logo

Fechar

Deputado disse ser injusta fala de Romero Rodrigues contra Veneziano sobre o MDB

Da Redação de João Pessoa (Hacéldama Borba). Publicado em 13 de fevereiro de 2021 às 13:33.

Foto: Paraibaonline

Foto: Paraibaonline

Em entrevista concedida a imprensa de João Pessoa, o deputado estadual Raniery Paulino disse que foi injusta a fala do ex-prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSD) ao ter acusado o senador Veneziano Vital do Rego de querer se apropriar do MDB, enquanto o presidente do partido, senador José Maranhão, estava na UTI.

“Foi uma fala injusta. Depois de Zé Maranhão, a maior figura do partido sou eu e em nenhum momento Veneziano falou comigo dessa forma. Pelo contrário, nós não aceitávamos tratar desde assunto. Eu tenho um apreço grande por Romero. Tem prazo para ele reparar essa fala”, avaliou.

Segundo ele, o comando do partido, após o falecimento de Maranhão, não vai se dar desta forma, mas sim muito bem conversado entre todos os partidários e que a família Maranhão, todo o clã de Araruna, será ouvido sobre os novos rumos do partido e quem irá substituí-lo na direção estadual do partido.

“Quem está no MDB é porque está alinhado a Maranhão, o próprio senador Veneziano reingressou ao partido com Maranhão em vida. Inclusive Maranhão participou desta vinda e desde o ano passado que eles vinham tratando disso. Então, os que estão no MDB convergem com esse mesmo estilo de fazer política de Zé Maranhão. O diretório não será tomado. Isso vai ser conversado de forma consensual”, disse.

O deputado ratificou que Dona Vilma Maranhão, irmã do senador e os sobrinhos Benjamim e Olenka Maranhão além da filha, Alicinha terão que fazer parte de qualquer passo que o MDB for dar daqui pra frente com a perda do comandante histórico do partido no Estado da Paraíba.

Em relação a trazer o partido para próximo do governador João Azevedo (Cidadania), uma vez que o deputado já está fazendo parte da base governista, Raniery destacou que também terá que buscar ouvir todas as tendências dentro do partido, onde já está claro que existem duas correntes.

Os que têm mandatos em nível estadual e federal, no caso Veneziano, Nilda Gondim, ele e o deputado Jullys Roberto e estão aliados ao governador e a outra corrente, que tem Nilvan Ferreira, que foi candidato a prefeito pelo partido e diverge dessa aliança.

“Eu, particularmente, tenho um preito de gratidão ao governador João Azevedo e ao Cidadania, cujo partido compôs a chapa de vice-prefeito do nosso partido ao lado de Roberto Paulino em Guarabira. Gesto se paga com gesto e eu sempre fiz política desta forma. Nós temos que fazer e ter amplitude no jogo partidário”, enfatizou.

O deputado tem pretensões ainda de buscar os ex-MDB a retornarem ao partido, a exemplo dos ex-deputados estaduais Ricardo Marcelo e Trócolli Júnior.

“Acho que isso é importante. O momento tem que ser de crescimento, respeitando naturalmente, o sentimento maior de quem defende a memória do senador Maranhão, mas a tendência é essa de fazer um grande reencontro”, pontuou.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube