Fechar

logo

Fechar

CRM divulga dados de ocupação de leitos nas principais cidades da Paraíba

Da Redação com Ascom. Publicado em 22 de fevereiro de 2021 às 12:11.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

O Conselho Regional de Medicina da Paraíba (CRM-PB) realizou um censo hospitalar em 17 unidades de saúde do Estado que são referência no tratamento de pacientes com Covid-19 e constatou que 89,4% dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para adultos dos hospitais públicos e privados da região metropolitana de João Pessoa estavam ocupados na última sexta-feira (19). Isso significa que, dos 170 leitos de UTI públicos e privados desta região, 152 estavam ocupados, restando apenas 18 leitos disponíveis.

O levantamento, divulgado pela instituição nesta segunda-feira (22), mostrou também que em Campina Grande a taxa de ocupação destes leitos era de 52,3% e que, no Sertão, este índice era de 68%, na mesma data.

O trabalho do CRM-PB foi realizado por conselheiros que visitaram as unidades de saúde e levantaram os dados junto aos diretores técnicos de cada local. Na Grande João Pessoa, foram visitados cinco hospitais públicos (Prontovida, Santa Isabel, Clementino Fraga, Metropolitano e Hospital Universitário Lauro Wanderley) e dois privados (Unimed e Nossa Senhora das Neves).

Em Campina Grande, o trabalho foi realizado em três hospitais públicos (Hospital Universitário Alcides Carneiro, Hospital de Clínicas e Pedro I) e dois privados (João XXIII e Santa Clara). Já no Sertão, os dados são de quatro hospitais regionais (Patos, Cajazeiras, Pombal e Piancó) e da UPA de Cajazeiras.

“Estamos vivenciando mais um momento difícil desta pandemia. Apesar do constante aumento do número de leitos nos hospitais públicos e privados, do trabalho incansável dos profissionais de saúde, há uma grande e rápida disseminação do novo coronavírus em nosso estado, resultando na superlotação de algumas unidades de saúde. Nós, do CRM-PB, acreditamos que precisamos trabalhar juntos para amenizarmos os efeitos da pandemia. Os gestores públicos fazendo a estruturação dos serviços de saúde, e a sociedade evitando as aglomerações e usando as máscaras corretamente. Precisamos de um trabalho conjunto de nós todos”, alertou o presidente do CRM-PB, Roberto Magliano de Morais.

O conselheiro Bruno Leandro de Souza, membro da Comissão de Enfrentamento ao Coronavírus do CRM-PB e um dos responsáveis pelo censo, ressalta que os dados apresentados refletem a realidade do dia 19 de fevereiro. “Estes números estão em constante mudança, com a internação e alta de pacientes ao longo do dia, além da expansão de leitos da rede. Mas o que vem nos preocupando é a crescente taxa de ocupação dos hospitais públicos e privados do Estado e, mesmo assim, as pessoas continuarem promovendo aglomerações, como observamos agora no Carnaval”, afirmou.

Números de leitos UTI e enfermaria por região

Em números absolutos, o censo do CRM-PB mostrou que nestas 17 unidades de saúde há 332 leitos de UTI Covid e 245 estavam ocupados, ou seja, um índice de ocupação de 73,8%. Na Grande João Pessoa, são 170 leitos de UTI e 152 ocupados (89,4%); em Campina Grande há 109 leitos de UTI, sendo 57 ocupados (52,3%); e no Sertão, são 53 leitos de UTI e 36 estavam ocupados (68%).

O levantamento mostra também dados do número de leitos de enfermaria nestas unidades de saúde. Em todo o Estado há um total de 466 leitos, sendo que 273 estavam com pacientes, ou seja, uma taxa de ocupação de 58,6%. Se tomarmos os dados por região, mais uma vez, a Grande João Pessoa apresenta taxa de ocupação bem maior que a média estadual: são 232 leitos de enfermaria, sendo 168 ocupados, um índice de 72%. Em Campina Grande, são 167 leitos, 62 ocupados e taxa de 37%. No Sertão, são 67 leitos de enfermaria, 43 ocupados e índice de ocupação de 64%.

Para conferir os índices de ocupação em cada unidade visitada pelo CRM, clique aqui.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube