Fechar

logo

Fechar

Veja quem votou contra a concorrência na venda de gasolina em Campina

Da Redação*. Publicado em 24 de janeiro de 2021 às 9:33.

Foto: Ascom

Foto: Ascom

Numa votação rápida, que durou menos de três minutos e foi presidida pela então presidente Ivonete Ludgério (PSD), no final do ano (e da legislatura passada), a Câmara Municipal de Campina Grande rejeitou a proposta que abriria a possibilidade de incrementar a livre concorrência no comércio varejista de combustíveis na cidade.

Com a rejeição, foi mantida a proibição de instalação de postos de abastecimento nas áreas próximas a hipermercados, supermercados e shoppings.

Veja como como se posicionou cada vereador diante da proposta, por ordem alfabética.

Alexandre Pereira (PSD), Bruno Faustino (PTB), Galego do Leite (Podemos), Luciano Breno (PP), Marinaldo Cardoso (Republicanos), Olímpio Oliveira (PSL) e Sargento Neto (PSD) votaram favoráveis à livre concorrência.

Aldo Cabral (PSD), Anderson Maia (PSB) e Joia Germano (PSDB) votaram contra a proposta.

Janduy Ferreira (PSD), Lucas Ribeiro (PP), Renan Maracajá (REP) e Rui da Ceasa (Pros) se abstiveram.

João Dantas (PSD), Josimar Henrique (REP), Márcio Melo (PSD), Rodrigo Ramos (PSD), Saulo Germano (PSC), Saulo Noronha (SD) e Teles Albuquerque (PSD).

Pimentel Filho (PSD) estava hospitalizado quando da votação.

A presidente Ivonete Ludgério (PSD) só votaria em caso de empate.

*com informações da coluna Aparte, assinada pelo jornalista Arimatéa Souza

Para ler a coluna completa, acesse aqui:

´Furar a fila´ poderá custar caro – Paraíba Online (paraibaonline.com.br)

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube