Fechar

logo

Fechar

Saiba como diferenciar picadas de animais peçonhentos e como agir em caso de acidente

Da Redação. Publicado em 8 de janeiro de 2021 às 16:04.

Foto: Divulgação/ Ministério da Saúde

Foto: Divulgação/ Ministério da Saúde

Chega o verão e, consequentemente, aumenta-se os registros de números de casos de picadas de animais peçonhentos. Os fatos podem ocorrer tanto na zona urbana, mas especialmente na zona rural dos municípios.

No topo do ‘ranking’ está a picada do escorpião como a mais comum, já que é facilmente encontrado nos grandes centros.

Além disso, não se pode achar que é impossível um morador da zona urbana ser picado por uma aranha ou até mesmo uma cobra.

O Hospital de Trauma de Campina Grande registrou, em 2020, através do Centro de Assistência Toxicológica (Ceatox), ao menos 309 picadas de cobra, 53 de aranha e mais de 1.980 picadas de escorpião. Estes números registram acidentes ocorridos tanto na zona rural quanto na urbana.

O médico clínico geral Lino Lima, que atende no Trauma, falou sobre o assunto e deu dicas de como se portar quando sofrer um ataque de um desses animais.

Ele ressaltou que não se pode entrar em desespero, pois isso pode até prejudicar em vez de ajudar.

A primeira coisa a se fazer é, se possível, capturar e isolar o animal. Fazer uma limpeza com água e sabão na área afetada, uma compressa com água morna e um pequeno curativo para imobilizar o local. Além disso, caso não seja alérgico a algum medicamento do tipo, pode tomar uma dipirona, ibuprofeno ou paracetamol para amenizar a dor.

– Mesmo usando alguma dessas medicações analgésicas, se a dor ainda persistir é necessário procurar o Ceatox. Se possível, capturar e levar o animal para que seja identificada qual ação deve ser tomada. Caso seja uma cobra, é preciso saber qual soroterapia indicada para a ocasião – explicou.

O médico ainda disse quais os sintomas e como diferenciar os tipos de lesões.

– Sendo um escorpião, a lesão vai ficar avermelhada e muito dolorida. As mordidas das aranhas peçonhentas tendem a ficar um ponto mais escura ao meio, e muito dolorida também, podendo se tornar um ferimento, caso não seja atendido logo. Na mordida da cobra é observada dois pontos avermelhados, que seriam as marcadas das presas, e edemas no local da mordida – alertou.

O Ceatox está localizado dentro do Hospital de Trauma de Campina Grande e funciona 24h.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube