Fechar

logo

Fechar

Material escolar: Procon-CG diz que escolas devem apresentar planejamento pedagógico aos pais

Da Redação*. Publicado em 19 de janeiro de 2021 às 10:41.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

O gerente de fiscalização do Procon Campina Grande, Marcel Araújo, afirmou ser necessário que haja planejamento pedagógico entre pais e escola antes da compra do material escolar. Ele destacou que é preciso que a escola devolva ou aproveite o material que não foi utilizado em 2020.

Marcel alertou para a hora da compra do material escolar e aos itens que não podem ser cobrados pela escola, como papel higiênico e lenço umedecido. Ele ainda lembrou que a escola não pode obrigar os pais a comprarem os livros na própria escola.

– O conselho que o Procon dá é que haja a entrega fracionada do material escolar. O plano pedagógico tem que ser entregue aos pais e o plano de execução também, com o que será utilizado. A partir daí, os pais vão comprando de acordo com a demanda do período – disse.

Para os pais que estão inadimplentes, Marcel lembrou que “a escola não é obrigada a renovar a matrícula, mas não pode criar obstáculo para a transferência do aluno para outra escola”.

O gerente ainda citou, durante entrevista à Rádio Campina FM, que o Procon fez uma pesquisa que mostra grandes discrepâncias de preços de itens da lista de material escolar. Para denunciar a prática de preços abusivos, basta o consumidor entrar em contato através do telefone 151.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube