Justiça estende prisão temporária dos suspeitos de matar ex-prefeito de Bayeux

Da Redação de João Pessoa (Hacéldama Borba). Publicado em 20 de janeiro de 2021 às 18:17.

Foto: Ascom

Foto: Ascom

A Justiça estendeu por mais 30 dias a prisão temporária de Ricardo Pereira e Leon Nascimento, suspeitos do homicídio do ex-prefeito de Bayeux, Expedito Pereira [foto], ocorrido no dia 9 de dezembro de 2020, no bairro de Manaíra, em João Pessoa.

A prorrogação foi a pedido da delegada Emília Ferraz, que está conduzida as investigações sobre a morte do ex-gestor para concluir o inquérito. O pedido foi concedido pelo juiz da 1ª Vara do Tribunal do Júri.

Parte do procedimento das investigações está ainda sob sigilo para que não sejam divulgados detalhes do que a Polícia vem apurando sobre o caso.

Um dos suspeitos também do crime, Jean Carlos, continua foragido da Justiça.

Conforme informações da Polícia, Jean Carlos teria organizado o crime junto com Ricardo Pereira, que é sobrinho do ex-prefeito Expedito Pereira.

Eles são acusados de terem arquitetado o crime contra Expedito, que foi morto com três tiros durante uma caminhada próximo à residência vítima.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube