Fechar

logo

Fechar

Hemocentro Campina Grande teve queda de mais de 3 mil doações em 2020

Da Redação*. Publicado em 7 de janeiro de 2021 às 11:42.

Foto: Secom/PB

Foto: Secom-PB/Arquivo

A diretora do Hemocentro Campina Grande, Elília Pombo, fez um balanço do ano de 2020 na unidade e destacou que, em relação a 2019, houve uma diferença de mais de três mil doações.

Elília ressaltou que não faltou sangue para a necessidade principal de cada dia e disse que isso é um motivo de comemoração, especialmente em um ano de pandemia.

Ela frisou, durante entrevista à Rádio Campina FM, que muitos doadores de cidades circunvizinhas ficaram sem ter como ir ao Hemocentro após a publicação do primeiro decreto e isso afetou consideravelmente os estoques.

Segundo a diretora, é preciso que as pessoas que queiram doar procurem o Hemocentro, pois sempre há a necessidade de captação de sangue para quem está precisando. Ela ainda citou que o fator RH negativo é um grande déficit dentro das doações.

– A partir do primeiro decreto, começamos a sentir. Teve dias preocupantes em relação a doação. A gente não pode assegurar que todo sangue que entra é um sangue que vamos poder utilizar, pois ainda vai passar por testes. A partir de agosto deu uma melhorada, mas empatar com 2019, nem de perto – disse.

Pombo lembrou que para doar é preciso ter mais de 18 anos, mais de 50 quilos, estar bem alimentado, ter dormido bem na noite anterior, não ter ingerido bebidas alcoólicas nas últimas 24 horas e não estar com sintomas de qualquer doença.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube