Fechar

logo

Fechar

SMS emite nota e esclarece que ambiente do ISEA foi desinfectado

Da Redação com Ascom. Publicado em 17 de novembro de 2020 às 21:29.

Foto: Codecom/CG

Foto: Codecom/CG

A Secretaria de Saúde de Campina Grande emitiu uma nota de esclarecimento a respeito da interdição ética do Instituto Elpídio de Almeida (Isea), realizada pelo Conselho Regional de Medicina, nesta terça (17).

Confira a nota completa:

A Secretaria de Saúde de Campina Grande esclarece que adotou todas as providências necessárias, com relação à suspeita de infecção por uma bactéria de alta resistência, na UTI Neonatal do Instituto de Saúde Elpídio de Almeida (ISEA).

O ambiente foi completamente desinfectado, por uma empresa especializada em higienização hospitalar e com a supervisão de um infectologista. Também serão realizados testes em toda a maternidade, para identificar o nível de infecção pela bactéria.

A Secretaria Municipal de Saúde já contratualizou vagas em outra unidade hospitalar da cidade, caso seja necessária internação de novos recém-nascidos. Com relação aos óbitos de três crianças, ainda não há a confirmação de que as mortes são decorrentes da bactéria, mas os casos estão em investigação.

A Secretaria de Saúde de Campina Grande está prestando todas as informações ao Conselho Regional de Medicina e ao Ministério Público da Paraíba e adotando, rigorosamente, todos os critérios técnicos para garantir a segurança em saúde dos pacientes e funcionários da maternidade.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube