Fechar

logo

Fechar

Sindicalista comenta aumento no valor do gás de cozinha na Paraíba

Da Redação. Publicado em 6 de novembro de 2020 às 19:47.

Foto: Agência Brasil

Foto: Agência Brasil

Mais um ajuste autorizado pela Petrobras atingiu os consumidores de gás de cozinha, totalizando nove somente este ano, dez, se contar com os quase 2%, referente ao dissídio coletivo da categoria em setembro.

O Presidente do Sindicato dos Revendedores de Gás GLP da Paraíba, Marcos Antônio Bezerra, justificou explicou que o preço do produto é regido pelo dólar, logo, quando a moeda aumenta, o consumidor quem paga a conta.

“Dessa vez não foi diferente das outras tivemos um aumento de de 5% e teremos que repassar ao consumidor”, contou, em entrevista à Panorâmica FM.

De acordo com Marcos, o preço do gás na refinaria é em torno de R$ 33,70, mas, adicionando todos os insumos, impostos e frete, o produto chega na distribuidora por mais de R$ 50.

O aumento, que começa a valer a partir deste sábado (7), será em torno de R$ 5, uma vez que, segundo o sindicalista, o último não tinha sido repassado ainda.

– Temos nos movimentados, mas não adianta, porque o repasse é a nível nacional e quando é repassado é automático, enquanto tiver isso atrelado ao mercado internacional não temos o que fazer – citou, pontuando a possibilidade de mais um ou dois aumentos até o final do ano.

Por fim, Marcos explicou também que é imprescindível que o consumidor compre gás de estabelecimentos autorizados e peçam nota fiscal, pois, já aconteceu situações de botijões vendidos com menos produto do que o pago.

“Exija que pesem, isso é um direito do consumidor, todo local de revenda tem por obrigação ter uma balança”, destacou, ressaltando que o peso do botijão cheio varia entre 27 kg e 28 kg, 13 kg do gás, mais 13 kg ou 14 kg do vasilhame.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube