Fechar

logo

Fechar

Sesc Paraíba realizou mais uma etapa do projeto Mais Lazer

Da Redação com Ascom. Publicado em 22 de novembro de 2020 às 20:29.

Foto: Ascom

De 16 a 20 de novembro, o Sesc Paraíba trouxe à cena a cultura negra e suas reflexões, integrando mais uma etapa do projeto Sesc Mais Lazer, que este ano tem como tema Brincar a Semana da Consciência Negra.

Com oficinas e apresentações artísticas, os conteúdos foram disponibilizados online gratuitamente, através do YouTube.

No dia 16, foi apresentado o espetáculo cênico-musical Adupé, que utiliza a técnica de manipulação de bonecos para contar, de maneira lúdica, através dos mitos, músicas e cânticos, as histórias e alguns aspectos da resistência do negro no Brasil.

No dia 17, aconteceu uma oficina de Samba-Reggae, expressão afro-brasileira surgida na Bahia que mistura o samba de roda, o samba duro, o reggae jamaicano e o funk.

A programação continuou no dia 18 com a oficina de Maracatu de Baque Virado, que é Patrimônio Cultural Imaterial de Pernambuco, tem origem Bantu e data de 1730.

No dia 19, o Jongo (manifestação cultural brasileira de origem africana trazida pelos negros bantos escravizados) foi o tema da oficina.

Encerrando a programação, no dia 20 entrou em cena o coletivo Maracastelo, apresentando o Maracatu de Baque Virado.

Toda a programação está disponível no canal do YouTube do Sesc Paraíba, com acesso livre para todas as idades e interessados.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube