Fechar

logo

Fechar

Prefeitável afirma que, se eleito, não aceitará a privatização de serviços essenciais em CG

Da Redação*. Publicado em 11 de novembro de 2020 às 10:38.

Foto: Paraibaonline

Foto: Paraibaonline

Durante debate promovido entre os candidatos à Prefeitura Municipal de Campina Grande pela Rádio Correio FM, nesta terça-feira, 10, o prefeitável Olímpio Rocha (PSOL) destacou que é contra as parcerias público-privadas, que, segundo ele, foram tentativas de serem realizadas “a torto e a direito” pelo atual prefeito da cidade, Romero Rodrigues.

“Nós não aceitaremos que haja privatização dos serviços públicos essenciais em Campina Grande”, enfatizou.

Ele destacou que, assim como não aceitará a privatização dos serviços de água e esgoto, não aceitará também a privatização do São João, nem a privatização da saúde.

Ademais, durante o debate, o candidato pelo PSL, Artur Bolinha, falou sobre saneamento básico e questionou Olímpio sobre a sua opinião em relação à concessão da Cagepa, que foi renovada por mais 35 anos pela atual gestão, em sua visão, sem a menor transparência.

Em resposta, Olímpio explicou que de acordo com o artigo 11, parágrafo único da Constituição do Estado da Paraíba, existe a previsão para que os serviços públicos de água e esgoto sejam prestados única e exclusivamente por uma empresa estadual constituída para esse fim.

“Nós só temos uma empresa estadual constituída para esse fim, que é a Cagepa. Então é preciso respeitar o que diz a Constituição”, enfatizou.

Olímpio afirmou que caso seja eleito, em sua gestão, fará todas as parcerias necessárias com a Cagepa, inclusive com a constituição de uma empresa pública municipal de saneamento para auxiliar a Cagepa onde, eventualmente, ela não chegar.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube