Fechar

logo

Fechar

Opositores não apresentam uma proposta para diminuir os gastos públicos, afirma petista

Da Redação*. Publicado em 11 de novembro de 2020 às 9:39.

Foto: Ascom

Foto: Ascom

Os candidatos à Prefeitura de João Pessoa presentes no debate promovido pela Rádio Correio FM, nesta terça-feira, 10, debateram sobre diversos assuntos, como a criação de um sistema de fiscalização e controle dos gastos do poder municipal.

Anísio Maia (PT), ao indagar o também candidato Ítalo Guedes (Psol), abordou sobre a criação de um sistema de fiscalização do poder público e que fosse eficiente no controle dos gastos da cidade.

Guedes criticou o discurso moralista de alguns prefeitáveis e enfatizou a necessidade de o poder público trabalhar, de fato, ao lado da população.

– Esse discurso moralista já é muito antigo. Collor se elegeu com esse discurso e nós sabemos onde o país foi parar. Bolsonaro se elegeu com esse discurso, e a gente tá vendo os casos de corrupção nesse governo. Esse discurso muito moralista alguma coisa tem por trás e representa o retrocesso. Nossa gestão precisa ser democrática e popular, precisa ser uma gestão transparente. É possível fazer se o governo estiver disposto a estar próximo das pessoas. Esse discurso moral, de quase sair no tapa nos bastidores, pra saber quem é mais paladino, é muito ultrapassado – respondeu.

De acordo com o petista, os seus opositores falam muito em corrupção, mas não há propostas para diminuir os gastos públicos.

– Esse povo que fala muito de corrupção não apresenta uma proposta para diminuir os gastos públicos. Nossa proposta é um sistema informatizado que o cidadão vai apertar uma tecla e saber quem comprou, quem pagou, onde estão os materiais, o estoque. É simples, mas eles não querem fazer, só querem falar de corrupção – declarou.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube