Fechar

logo

Fechar

Reitor comemora 2º lugar da UFCG no registro de patentes entre instituições

Da Redação*. Publicado em 1 de outubro de 2020 às 11:24.

Foto: Paraibaonline

Foto: Paraibaonline

A Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) é a segunda instituição de ensino federal do país que mais registra patentes. Este é o terceiro ano consecutivo em que a UFCG figura no ranking. A instituição ficou atrás apenas da UFPB, que ocupa o primeiro lugar, e deixa para trás outras federais como UFMG, Unicamp, UFPE e até USP.

O segundo lugar foi possível graças ao registro de 90 patentes de projetos da UFCG, contra 100 da UFPB.

Em entrevista à Rádio Campina FM, o reitor Vicemário Simões falou da importância da ocupação desta posição pelo terceiro ano consecutivo e do significado dessa conquista para a sociedade.

– É importante para que possamos ser uma tecnologia consolidada, mas o primeiro passo é registrar o projeto e mostrar a parte arrojada da universidade e seus pesquisadores, que se envolvem para defender visando a inovação para a sociedade. A UFCG é uma instituição de renome nacional e internacional e dá provas que contribui para o país. Nossa missão social é desenvolver conhecimento, tecnologia e inovação – disse.

Vicemário ressaltou que um dos motivos para se atingir o segundo lugar e se manter por três anos consecutivos no ranking nacional de registro de patentes, além do número de pesquisa, está a qualificação dos pesquisadores, que, em sua maioria, são doutores.

Ele afirmou que a universidade tem investido muito em cursos de pós-graduação, o que gera uma grande gama de projetos qualificados e aumenta o número de doutores. Atualmente ela conta com um quadro de 72% de docentes com doutorado e outros ainda no processo, o que vai garantir que em poucos anos a UFCG atinja a marca de 80% do quadro.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube