Fechar

logo

Fechar

Pesquisadores comentam 156 anos de emancipação de Campina Grande

Da Redação. Publicado em 12 de outubro de 2020 às 16:34.

Foto: Reprodução/Internet

Nesse último 11 de outubro, Campina Grande comemorou 156 anos de emancipação política e, em entrevistas concedidas à Rádio Campina FM nesta segunda-feira (12), historiadores e pesquisadores comentaram sobre a data comemorativa.

O historiador Thomas Bruno pontuou que a emancipação marca o “início da maioridade”, mas que a história de Campina Grande vai muito além destes 156 anos.

– A emancipação é um marco, pois é partir dessa data que a cidade alcança a maioridade e a cidade passa ter vida própria. A gente tem que entender que a história tem marcos temporais, a emancipação não é o registro de nascimento, é a maioridade, é uma etapa. Campina Grande tem 156 anos de emancipação, mas a sua história vem de muitos séculos – afirmou.

O professor Cícero Agra defende a implementação da disciplina “História de Campina Grande” como forma de incentivar o conhecimento sobre a trajetória da Rainha da Borborema.

– Infelizmente é muito incipiente esse conhecimento, por falta de apoio, dentro do espaço escolar. A história de Campina Grande precisa se tornar parte da grade curricular das nossas escolas em todas as esferas. Tentamos colocar na câmara municipal que obrigasse a cobrar a disciplina sobre a história de Campina Grande, mas esse projeto está até hoje parado e os vereadores não aprovaram – frisou.

De acordo com Emanuel Sousa, editor do Blog ‘Retalhos Históricos de Campina Grande’, o conhecimento sobre a história da cidade ainda é muito baixo.

– Nós temos um nível de informação que eu considero ainda baixo. Nós temos uma população que, de acordo com o quantitativo da população, conhece muito pouco da história da cidade. O blog conta a história e fatos pitorescos da cidade, que muitos cidadãos desconheciam, por isso chegamos a essa conclusão – enfatizou.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube